Sobre Budismo
Sabedoria budista para o cotidiano

Lista completa de artigos

Seja o quer for que aconteça, estarei feliz!


By Leonardo Ota

Trecho retirado do livro “As essência da compaixão – As 37 práticas do bodisatva”.

Quem proferiu esses ensinamentos foi o grande mestre tibetano Gyalse Ngulchu Thogme (1295-1369) ao se encontrar com a saúde em declínio e com a idade avançada.

“Se este corpo ilusório, ao qual me apego como sendo meu, está doente – que fique doente!
Esta doença possibilita a exaustão
Do mau carma que acumulei no passado,
E os efeitos espirituais que posso realizar
Ajudam-me a purificar os dois tipos de véus (o véu, ou obscurecimento, criado pelos kleshas (emoções perturbadoras) e o véu que cobre o conhecimento último)

Se tenho boa saúde, estou feliz,
Pois, quando o corpo e a mente estão bem,
Posso incrementar a prática espiritual,
E dar um significado verdadeiro à existência humana,
Direcionando o corpo, a fala e a mente para a virtude.

Se estou pobre, estou feliz,
Pois não tenho riquezas para proteger,
E sei que todas as rixas e animosidades
Brotam das sementes da ganância e do apego.

Se estou rico, estou feliz,
Pois a riqueza me permite realizar mais ações positivas,
E tanto a felicidade temporária quanto última
São resultado de feitos meritórios

Se eu morrer em breve, é excelente,
Pois, auxiliado por algum bom potencial, tenho confiança de que
Entrarei no caminho correto
Antes que qualquer obstáculo possa interferir.

Se eu viver bastante, estou feliz,
Pois, sem me afastar da cálida chuva benéfica das instruções espirituais,
Poderei, durante um longo período, amadurecer por completo
A colheita das experiências internas.”


Quer receber conteúdo aprofundado sobre como lidar com a mente agitada e ansiosa, como lidar com as emoções e como se relacionar melhor consigo mesmo, com os outros e com o mundo?

Entre no nosso grupo do Telegram:
CLICANDO AQUI




Nos encontre também: Instagram
Podcast no SoundCloud e vídeo no Youtube