fbpx
Theravada

Persistência e paciência

Sempre que estamos sobrecarregados ou passando por momentos turbulentos há uma tendência a mergulhar nos problemas e deixar a prática em segundo plano ou mesmo parar a mesma por completo. Estou passando por algo assim no trabalho essas últimas semanas e tenho percebido o abismo que existe entre os conselhos sábios recebidos de grandes professores e a aplicação destes conselhos na vida diária.

Não vou mentir aqui e dizer que estou tirando de letra, fazendo tudo como manda o figurino. Tem dias que o cansaço é tão grande que simplesmente desmaio e só acordo no dia seguinte, tem dias que as dores nas costas devido ao peso dos livros carregados durante todo o dia atrapalham bastante a meditação, tornando-se por vezes o foco da atenção no lugar da respiração. Enfim, não é fácil e não sou santo.

Se posso dar um conselho é: faça o que for possível sempre e se não for possível tente alguma coisa. Medite menos minutos se estiver com dores, leia algum sutta, faça recitações, lembre-se de cultivar a paciência diante das situações que estão te atrapalhando. O importante é poder olhar para si mesmo e dizer: não desisti de tentar. De tanto tentar acabamos conseguindo. Espero que este conselho seja bom e útil de verdade.

 

crédito da foto:  http://www.clinicapsicologialisboa.pt/coaching/persistencia/

 

 

 

 

 

 

Aracaju, 01 de agosto de 14


VOCÊ GOSTARIA DE TER UM ACOMPANHAMENTO ONLINE, EM GRUPO, COM UM TUTOR, DENTRO DE UMA ESTRUTURA ORGANIZADA, PASSO A PASSO COM ENSINAMENTOS BUDISTAS DO BÁSICO AO AVANÇADO?


ESSE CONTEÚDO TE BENEFICIOU OU GEROU ALGUM VALOR? SE A RESPOSTA FOR SIM, PODEMOS PEDIR SEU APOIO?

O Sobre Budismo é um projeto sem fins lucrativos. Nossa missão é compartilhar a sabedoria dos ensinamentos do Buda, mestres e mestras contemporâneos - inspirar, confortar, apoiar e esclarecer os temas budistas aos leitores. Nossa aspiração é manter o SobreBudismo.com.br disponível para todos, inspirando e apoiando o acesso a todos os interessados, de iniciantes e simpatizantes a meditadores comprometidos. Você compartilha da nossa aspiração? Não podemos fazer isso sem o seu apoio.

O Sobre Budismo é independente, imparcial, voluntário, sem fins lucrativos e é suportado por leitores e ouvintes como você. Faça uma doação financeira e ajude a manter todo o nosso conteúdo gratuito e acessível a todos. Você ainda receberá recompensas por isso.


RECEBA NOVIDADES POR EMAIL

Para receber dicas, citações, podcasts, artigos, eventos, dicas de leitura, indicação de filmes, cursos online e presenciais, cadastre-se em nossa lista:

*Você também receberá um manual de meditação passo a passo para iniciantes no email de confirmação.

   

GRUPO TELEGRAM
Quer receber dicas, conteúdo e conhecer outros simpatizantes budistas? Entre no grupo do Telegram clicando no link:
https://t.me/sobrebudismo


Sou praticante do budismo desde 2011, quando criei o projeto Sobre Budismo. Minha missão é te ajudar a despertar sua verdadeira natureza iluminada através dos ensinamentos dos mestres, mestras e do Buda para, assim juntos, beneficiarmos todos os seres.

3 Comentários

  • paulo, torres rs

    caro derley, voce vive a vida normal, é o equiilibrio, afinal a dualidade existe mesmo que injusta a nossos olhos quando cansados estamos, pois aí começa a visão, aonde as qualidades devem aflorar, de todos nós não é diferente, um sabio escreveu; “se você estiver no paraiso e ao olhar pela janela e não ser otimista verá o inferno”. muita energia boa a você desejo.

  • Fabio Rocha

    Persevere, Derley! Acho que pode ser uma boa a se tentar no seu caso lembrar da prática no meio do caos, dos problemas, do dia-a-dia pesado mesmo… Checar como está seu relaxamento, sua respiração etc. Abração

Deixe o seu comentário