Espiritualidade, religião, felicidade, respeito e compaixão

Espiritualidade, religião, felicidade, respeito e compaixão - Dalai Lama - Blog Sobre Budismo

S.S. o Dalai Lama dá uma aula sobre espiritualidade neste vídeo de 2 minutos. É muito interessante à forma objetiva como ele consegue transmitir sua sabedoria em poucas palavras. Irei comentar alguns trechos do vídeo.

Continuar lendo Espiritualidade, religião, felicidade, respeito e compaixão

O que hoje nos dá felicidade, amanhã poderá trazer sofrimento

Imagem do post: O que hoje nos dá felicidade, amanhã poderá trazer sofrimento

Você já parou para perceber de forma ampla como temos facilidade para colocar nossa felicidade em coisas externas, como pessoas, objetos, experiências e lugares? E percebe como sofremos quando fazemos isso? Muitas vezes não conseguimos ver que agimos assim, apenas o fazemos de forma impulsiva, sem contemplar de fato a nossa ação.

Continuar lendo O que hoje nos dá felicidade, amanhã poderá trazer sofrimento

Retiro de verão 2012 – CEBB – parte 1/2

Imagem do templo no CEBB (Centro de Estudos Budistas Bodisatvas) em Viamão/RS

Neste post irei compartilhar com vocês a maravilho experiência que tive ao ir para o retiro de verão no CEBB em Viamão/RS em Janeiro de 2012. Foi um retiro sobre aprofundamento em meditação e foram 10 dias de muitos ensinamentos e práticas, bons companheiros, tranquilidade e harmonia. Foi uma das melhores experiências que tive nos últimos anos, pois conheci pessoas maravilhosas, fiz várias amizades, aprendi muita coisa e mudei a minha perspectiva sobre a minha própria vida (veja também sobre o retiro que participei em Agosto/2011 – SP – Meu primeiro retiro no budismo).

Continuar lendo Retiro de verão 2012 – CEBB – parte 1/2

“There’s no spoon” – A mudança de perspectiva sobre o mundo

“There's no spoon” - A mudança de perspectiva sobre o mundo post no blog Sobre Budismo

No filme Matrix há uma cena com um diálogo interessante entre Neo e um garoto com vestes budistas. Por trás deste diálogo existem conceitos muito importantes (estudados pelas tradições contemplativas e pela ciência) ligados à construção da realidade pela mente, à natureza do processo (de dentro para fora) e à nossa falha em não percebê-la.

Continuar lendo “There’s no spoon” – A mudança de perspectiva sobre o mundo

Como superar seus problemas externos resolvendo os problemas internos?

Imagem do post, Como superar seus problemas externos resolvendo os problemas internos? no blog Sobre Budismo.

Quem nunca se deu mal ou entrou em uma fria? Seja qual for a situação. Problemas financeiros, relacionamentos, família, enfim, qualquer tipo de enrascada. O mais difícil, quando estamos tentando resolver algum problema, é saber o que fazer. Normalmente não paramos para pensar e solidificamos a situação, achamos que ela é do jeito que é e que não tem saída. Ao invés de parar para pensar, nos desesperamos, ficamos aflitos e corremos de um lado para o outro sem saber o que fazer ou por onde começar a resolver a situação. Veja algumas saídas.

Continuar lendo Como superar seus problemas externos resolvendo os problemas internos?

Como mudei minha vida em 6 meses

Cada pessoa encontra sua maneira de melhorar como indivíduo e eu posso dizer que encontrei um jeito que está funcionando pra mim. Após algum tempo quebrando a cara e correndo atrás de sonhos que lá na frente percebi não valerem a pena, principalmente os que dizem respeito a coisas materiais, acabei descobrindo que precisava encontrar um caminho.

Criei uma pequena lista com alguns pontos interessantes que me ajudaram nos últimos 6 meses. Espero que algum deles possa te ajudar também.

Continuar lendo Como mudei minha vida em 6 meses

Nossa breve existência

Às vezes eu penso sobre o pouco tempo que tenho aqui na Terra e que tudo o que conhecemos um dia irá acabar. Até mesmo o planeta um dia não existirá. Muitas vezes me pergunto como posso aproveitar melhor o tempo fazendo coisas realmente úteis. Pensar sobre isso acaba criando em mim um senso de urgência quanto me dedicar à prática da meditação, ao estudo do Dharma, a aproveitar melhor as experiências e a me preocupar em ajudar as pessoas. Mas nem sempre eu consigo, pois também tenho os meus obstáculos. Ainda gosto de conversar por horas com meus amigos sobre assuntos que não levam a lugar algum, deixo de praticar meditação para ver filme, fazer algo inútil ou dormir até tarde. Penso que, às vezes, a felicidade está fora e busco algo para me fazer feliz e, mesmo sabendo que não encontrarei nada duradouro, continuo perdendo o meu tempo buscando algo externo.

Continuar lendo Nossa breve existência

2012, mudança do nosso mundo interno e ação

Sempre pensei que para mudar o mundo eu precisaria fazer coisas grandes, como criar uma ONG para ajudar todas as crianças que passam fome, salvar os animais, o meio ambiente, e coisas semelhantes, mas eu estava enganado. Não é só assim que se muda o mundo lá fora. Entendi que primeiro devemos mudar o nosso mundo interno para depois mudar o externo.

Continuar lendo 2012, mudança do nosso mundo interno e ação