#227 – A arte de respirar (Exercício prático)

#227 – A arte de respirar (Exercício prático)

 
 
00:00 / 06:07min
 
1X

Se você é simpatizante ou iniciante no budismo, você não sabe por onde começar e quer uma direção para iniciar sua jornada, passo a passo, em grupo, do básico ao avançado, para saber mais sobre nosso Acompanhamento Online (Tutoria), acesse: https://sobrebudismo.com.br/tutoria

A respiração consciente é uma maneira maravilhosa de acalmarmos nosso corpo e sentimentos, restaurando a serenidade e a paz. Respirar de maneira consciente não é complicado. Qualquer pessoa pode fazer isso, até as crianças.

Quando respiramos com atenção plena, nosso corpo e mente entram em harmonia, concentrados na maravilha da respiração. Nossa respiração é tão linda quanto a música.

Ao inspirar, você sabe que está inspirando e devota toda a sua atenção ao ato de inspirar. Ao inspirar, existe paz e harmonia no corpo inteiro.

Ao expirar, você sabe que está expirando. Ao expirar, existe calma, relaxamento e você se deixa levar. Permite que todos os músculos do seu rosto e de seus ombros relaxem.

Você não precisa se esforçar para inspirar e expirar. Não é necessário nenhum tipo de esforço. Você não deve interferir na respiração. Basta permitir que isso aconteça naturalmente.

Ao inspirar e expirar, imagine alguém tocando uma longa nota em um violino, movimentando o arco para frente e para trás entre as cordas. A nota soa contínua. Se você quisesse desenhar uma imagem da sua respiração, ela seria como o desenho de um oito e não de uma linha reta, pois existe continuidade quando sua respiração flui para dentro e para fora. A sua respiração se transforma em música.

Respirar assim é mindfulness. E quando você sustenta o mindfulness, existe concentração. Quando existe concentração, existe insight… uma revelação, trazendo mais paz, compreensão, amor e alegria à sua vida.

Antes de continuar, vamos desfrutar de alguns momentos ouvindo a música da nossa respiração compartilhada.

Inspirando, eu desfruto da minha inspiração.
Expirando, eu desfruto da minha expiração.

Inspirando, meu corpo inteiro está em harmonia com a inspiração. Expirando, meu corpo inteiro se tranquiliza com a expiração.

Inspirando, meu corpo inteiro desfruta da paz da minha inspiração. Expirando, meu corpo inteiro desfruta do relaxamento da minha expiração.

Inspirando, eu desfruto da harmonia da minha inspiração.
Expirando, eu desfruto da harmonia da minha expiração.

Ensinamentos por Thich Nhat Hanh

#226 – #5 Respostas De Um Monge Zen Para Questões Do Cotidiano

#226 – #5 Respostas De Um Monge Zen Para Questões Do Cotidiano

 
 
00:00 / 35:01min
 
1X

Se você é simpatizante ou iniciante no budismo, você não sabe por onde começar e quer uma direção para iniciar sua jornada, passo a passo, em grupo, do básico ao avançado, para saber mais sobre nosso Acompanhamento Online (Tutoria), acesse: https://sobrebudismo.com.br/tutoria

Para comprar o livro citado, acesse:
https://loja.daissen.org.br/o-pico-da-montanha-e-onde-estao-os-meus-pes-monge-gensho

#225 – Não queremos ser assim

#225 – Não queremos ser assim

 
 
00:00 / 08:20min
 
1X

Se você é simpatizante ou iniciante no budismo, na sua cidade não tem grupos budistas ou você não sabe por onde começar e quer uma direção para iniciar sua jornada, passo a passo, em grupo, do básico ao avançado, clique no link a seguir: https://sobrebudismo.com.br/tutoria

#224 – Peça ajuda

#224 – Peça ajuda

 
 
00:00 / 05:17min
 
1X

Se você é simpatizante ou iniciante no budismo, na sua cidade não tem grupos budistas ou você não sabe por onde começar e quer uma direção para iniciar sua jornada, passo a passo, em grupo, do básico ao avançado, clique no link a seguir: https://sobrebudismo.com.br/tutoria

#223 – Esse é o segredo da prática

#223 – Esse é o segredo da prática

 
 
00:00 / 06:08min
 
1X

Se você é simpatizante ou iniciante no budismo, na sua cidade não tem grupos budistas ou você não sabe por onde começar e quer uma direção para iniciar sua jornada, passo a passo, em grupo, do básico ao avançado, clique no link a seguir: https://sobrebudismo.com.br/tutoria

#222 – Como escutar com paciência

#222 – Como escutar com paciência

 
 
00:00 / 04:30min
 
1X

Você escuta com paciência? Neste podcast, Thich Nhat Hanh nos ensina como fazer isso.

Quando a pessoa amada estiver falando, tente escutar com atenção. Algumas vezes o outro dirá algo surpreendente, algo oposto ao que pensamos. Permita que o outro fale livremente. Não o interrompa nem critique suas palavras. Quando escutamos com cuidado, com todo nosso coração (por dez minutos, meia hora ou mesmo uma hora), começamos a enxergar o outro mais profundamente, compreendendo-o melhor. Se o outro diz algo errado, algo baseado em uma percepção incorreta, podemos lhe dar alguma informação e ajudá-lo a corrigir seu pensamento. No entanto, devemos fazer mais tarde. Em um primeiro momento, apenas escute.

#221 – #4 Respostas de um Monge Zen para questões do cotidiano

#221 – #4 Respostas de um Monge Zen para questões do cotidiano

 
 
00:00 / 40:02min
 
1X

Você tem dúvidas sobre Budismo e gostaria de obter respostas? Neste 4º episódio, meu Sensei, Monge Genshō, responde nossas dúvidas.

Links deste episódio:
https://loja.daissen.org.br/

Sobre iniciar um grupo budista:
mongegensho@gmail.com

#220 – Como se comunicar amorosamente

#220 – Como se comunicar amorosamente

 
 
00:00 / 06:24min
 
1X

Você se comunica de forma amorosa? Neste episódio, compartilho os ensinamentos de Thich Nhat Hanh onde ele ensina como podemos fazer isso.

Amar sem saber como amar é ferir a pessoa que amamos. Para saber como amar alguém, devemos entender essa pessoa. Para entendê-la, precisamos escutar. Essa pessoa pode ser nosso parceiro, nosso amigo, nosso irmão ou nosso filho. Se preferir, pergunte: — Meu querido, você acha que eu o entendo o suficiente? Por favor, conte-me sobre suas dificuldades, seu sofrimento, seus maiores desejos. Nesse momento, o outro terá uma oportunidade de abrir seu coração.

#219 – Não permita isso

#219 – Não permita isso

 
 
00:00 / 07:50min
 
1X

Você consome coisas negativas? Neste episódio, trago um ensinamento do mestre Thich Nhat Hanh sobre como podemos gerar benefício através do consumo consciente de tudo o que chega até você.

Você absorve os pensamentos, a fala e as ações que você mesmo produz e aqueles contidos nas comunicações daqueles ao seu redor. Essa é uma forma de consumo. Então, quando você lê algo, quando ouve alguém, deve ter cuidado para não permitir que as toxinas estraguem sua saúde e tragam sofrimento para você e para a outra pessoa ou grupo de pessoas.

Para ilustrar essa verdade, o Buda usou a imagem gráfica de uma vaca que tem uma doença de pele. A vaca é atacada por todos os tipos de insetos e microorganismos vindos do solo, vindos das árvores, vindos da água. Sem pele, uma vaca não consegue se proteger. Plena consciência é a nossa pele. Sem ela, podemos absorver coisas que são tóxicas para o nosso corpo e mente.

Mesmo quando você simplesmente dirige seu carro pela cidade, você consome. Os anúncios atingem seus olhos e você é forçado a consumi-los. Você ouve sons; pode até dizer coisas que são produtos de muito consumo tóxico. Temos que nos proteger com o consumo consciente. A comunicação consciente é parte disso. Podemos nos comunicar de forma a solidificar a paz e a compaixão em nós mesmos e trazer alegria aos outros.

#218 – Como uma pessoa iluminada age

#218 – Como uma pessoa iluminada age

 
 
00:00 / 06:18min
 
1X

Já se perguntou como uma pessoa iluminada se comporta? Neste episódio, através de uma ensinamento do meu Sensei, Monge Genshō, ele explica que um ser que age de forma iluminada não gera carma.

Carma significa ação. Ação gera movimento e tem consequências. Esses são os frutos do carma. Carma é ação, são os frutos da ação. Uma pessoa realmente iluminada livrou-se da questão da apreciação de si mesma, do seu “eu”. Então, quando você faz uma ação, é como se ela grudasse em você, no seu eu. Você é como se fosse velcro, em que tudo gruda, e você fica com tudo aquilo. Agora, se você tem uma visão iluminada, as coisas não grudam em você. Como eu falei antes: uma palavra tem um significado para você, mas para um ser iluminado é apenas um som que passou.

Como eu me importo com que as pessoas dizem, e às vezes uma pessoa diz uma coisa e aquilo me incomoda, eu percebo que essa reação não é iluminada, para que seja iluminada tem que ser sem incômodo. Sem esse grudar, nem esse agitar, sem esse mover, o que acontece é que para o iluminado simplesmente passa, não acontece nada e então ele não reage, não há frutos desse movimento. Se alguém diz um palavrão para você no trânsito e se você estiver vivendo um momento comum, você se incomoda. Mas se você estiver vivendo um momento iluminado você faz gasshō e está tudo bem! Não se importa, não se perturba em nada, isso é a reação iluminada e é por isso que a gente pode dizer que para o iluminado não há Carma.