fbpx
Theravada

Os sete fatores da iluminação

Na tradição buddhista existem sete fatores que quando cultivados conduzem a realização de nibbana, eles são chamados de sete fatores da iluminação ou bojjhangas em páli. De acordo com Piyadassi Thera as raízes da palavra são bodh (iluminação, realização das quatro nobres verdades) e anga, que significa fatores ou membros.


Além de seu cultivo conduzir a realização suprema do caminho, a recitação dos fatores tem sido utilizada desde os tempos do próprio Buddha como uma forma de proteção contra doenças, dores e adversidades. Existem três suttas no Bojjhangasamyutta tradicionalmente usados para o conforto dos doentes. Nos dois primeiros discursos temos monges doentes que ouvem os fatores da boca do Bem-Aventurado e são curados do mal que os afligia. No terceiro discurso o próprio Buddha ouve os fatores do Venerável Mahacunda, o que o livra da doença também. Transcreverei aqui a recitação básica dos fatores que é comum aos três discursos tomada do primeiro deles, quando o Buddha dirige-se ao Venerável Mahakassapa. Traduzi a partir da edição completa do Samyutta Nikaya da editora wisdom, tradução do páli do Venerável Bhikkhu Bodhi.

Estes sete fatores da iluminação, Kassapa, foram corretamente expostos por mim; quando desenvolvidos e cultivados, eles conduzem ao conhecimento direto, àiluminação, a nibbana. Que sete? O fator da iluminação da vigilância foi corretamente exposto por mim; quando desenvolvido e cultivado, conduz ao conhecimento direto, à iluminação, a nibbana…o fator da iluminação da discriminação de estados… o fator da iluminação da energia..o fator da iluminação do arrebatamento…o fator da iluminação da tranquilidade…o fator da iluminação da concentração…o fator da iluminação da equanimidade foi corretamente exposto por mim; quando desenvolvido e cultivado, conduz ao conhecimento direto, à iluminação, a nibbana. ( Bojjhangasamyutta 46:14)

Me parece importante ressaltar que, mesmo no contexto dos suttas não se trata de mera recitação de fórmulas vazias, posto que são monges avançados no caminho e o próprio Buddha os que ouvem e recitam. Em segundo lugar devemos podemos entender aqui proteção no sentido também de se ver protegido do dano psicológico que as adversidades produzem e não no sentido de um campo de força mágico que mantem o mal para sempre afastado. Quanto a questão das curas dos envolvidos, cabe a cada um acreditar, não acreditar ou manter a mente aberta para a possibilidade.

O que pretendo fazer pelas próximas semanas e apresentar os fatores tendo em vista o que eles podem proporcionar, ou seja, a realização de nibbana.

Créditos da foto: http://www.jesusjazzbuddhism.org/stephen-colbert-honoring-his-mom-a-process-appreciation.html


VOCÊ GOSTARIA DE TER UM ACOMPANHAMENTO ONLINE, EM GRUPO, COM UM TUTOR, DENTRO DE UMA ESTRUTURA ORGANIZADA, PASSO A PASSO COM ENSINAMENTOS BUDISTAS DO BÁSICO AO AVANÇADO?


ESSE CONTEÚDO TE BENEFICIOU OU GEROU ALGUM VALOR? SE A RESPOSTA FOR SIM, PODEMOS PEDIR SEU APOIO?

O Sobre Budismo é um projeto sem fins lucrativos. Nossa missão é compartilhar a sabedoria dos ensinamentos do Buda, mestres e mestras contemporâneos - inspirar, confortar, apoiar e esclarecer os temas budistas aos leitores. Nossa aspiração é manter o SobreBudismo.com.br disponível para todos, inspirando e apoiando o acesso a todos os interessados, de iniciantes e simpatizantes a meditadores comprometidos. Você compartilha da nossa aspiração? Não podemos fazer isso sem o seu apoio.

O Sobre Budismo é independente, imparcial, voluntário, sem fins lucrativos e é suportado por leitores e ouvintes como você. Faça uma doação financeira e ajude a manter todo o nosso conteúdo gratuito e acessível a todos. Você ainda receberá recompensas por isso.


RECEBA NOVIDADES POR EMAIL

Para receber dicas, citações, podcasts, artigos, eventos, dicas de leitura, indicação de filmes, cursos online e presenciais, cadastre-se em nossa lista:

*Você também receberá um manual de meditação passo a passo para iniciantes no email de confirmação.

   

GRUPO TELEGRAM
Quer receber dicas, conteúdo e conhecer outros simpatizantes budistas? Entre no grupo do Telegram clicando no link:
https://t.me/sobrebudismo


Sou praticante do budismo desde 2011, quando criei o projeto Sobre Budismo. Minha missão é te ajudar a despertar sua verdadeira natureza iluminada através dos ensinamentos dos mestres, mestras e do Buda para, assim juntos, beneficiarmos todos os seres.

Deixe o seu comentário