fbpx
Terra Pura

As Doze Adorações ao Buda (gatha)

Diante do Buda , Aquele adorado por homens e devas, eu me prostro na mais profunda reverência. Em sua maravilhosa terra da Graça, rodeado, ele está, por incontáveis Bodhisattvas.

Sua forma dourada brilha pura, como o Rei do Monte Meru. Sua prática da verdade é firme, como o passo de um elefante, seus olhos são radiantes, como o puro azul das flores-de-lótus. Assim, eu me prostro diante do Buda.

Seu rosto é perfeitamente puro e redondo, como a lua cheia, sua luz majestosa brilha como mil sóis e luas, sua voz é como um tambor, ainda soa também como um pássaro dos céus. Assim, eu me prostro diante do Buda Amida.

Avalokitesvara veste sua coroa, nela a imagem de Buda é adornada com muitas jóias preciosas. Ele subjuga a arrogância de demônios e hereges. Assim, eu me prostro diante do Buda.

Incomparáveis, vastas e puras suas Virtudes são, claramente se estendem como um vasto espaço aberto, seus atos beneficiam a todos, livremente.  Assim, eu me prostro diante do Buda Amida.

Bodhisattvas das dez direções e incontáveis maras sempre o veneram. Ele mantém a força do Voto pelo bem de todos os seres. Assim, eu me prostro diante do Buda.

No lago do tesouro dourado no qual as flores-de-lótus desabrocham, estabelecido com bondade, está um trono maravilhoso; No qual reina o Senhor, como o Rei da Montanha. Assim, eu me prostro diante do Buda.

Das dez direções os Bodhisattvas vêm, revelando poderes magníficos, eles atingem o estado sublime; Honrando Sua face, eles lhe oferecem respeito eterno. Assim, eu me prostro diante do Buda.

Todas as coisas são transitórias e sem essência como a lua na água, seja ela cheia, nova ou crescente. “O Dharma não pode ser expresso por palavras,” proclamou o Budha. Assim, eu me prostro diante do Buda.

Não existem palavras maléficas em Sua terra; Não há temor dos seres nocivos, nem caminhos malignos; Com mente sincera, todos os seres O veneram. Assim, eu me prostro diante do Buda.

Sua terra de expediente infinito não possui coisas degeneradas ou seres maus;  Em se renascendo, o Bodhi não-retrocedente é atingido. Assim, eu me prostro diante do Buda.

Assim eu prezo as virtudes do Buda, que não possuem fronteiras como as águas do mar. Após receber estas qualidades boas e puras, possam todos os seres renascerem em Sua terra.

 

composto por Nagarjuna


VOCÊ GOSTARIA DE TER UM ACOMPANHAMENTO ONLINE, EM GRUPO, COM UM TUTOR, DENTRO DE UMA ESTRUTURA ORGANIZADA, PASSO A PASSO COM ENSINAMENTOS BUDISTAS DO BÁSICO AO AVANÇADO?


ESSE CONTEÚDO TE BENEFICIOU OU GEROU ALGUM VALOR? SE A RESPOSTA FOR SIM, PODEMOS PEDIR SEU APOIO?

O Sobre Budismo é um projeto sem fins lucrativos. Nossa missão é compartilhar a sabedoria dos ensinamentos do Buda, mestres e mestras contemporâneos - inspirar, confortar, apoiar e esclarecer os temas budistas aos leitores. Nossa aspiração é manter o SobreBudismo.com.br disponível para todos, inspirando e apoiando o acesso a todos os interessados, de iniciantes e simpatizantes a meditadores comprometidos. Você compartilha da nossa aspiração? Não podemos fazer isso sem o seu apoio.

O Sobre Budismo é independente, imparcial, voluntário, sem fins lucrativos e é suportado por leitores e ouvintes como você. Faça uma doação financeira e ajude a manter todo o nosso conteúdo gratuito e acessível a todos. Você ainda receberá recompensas por isso.


RECEBA NOVIDADES POR EMAIL

Para receber dicas, citações, podcasts, artigos, eventos, dicas de leitura, indicação de filmes, cursos online e presenciais, cadastre-se em nossa lista:

*Você também receberá um manual de meditação passo a passo para iniciantes no email de confirmação.

   

GRUPO TELEGRAM
Quer receber dicas, conteúdo e conhecer outros simpatizantes budistas? Entre no grupo do Telegram clicando no link:
https://t.me/sobrebudismo


Sou praticante do budismo desde 2011, quando criei o projeto Sobre Budismo. Minha missão é te ajudar a despertar sua verdadeira natureza iluminada através dos ensinamentos dos mestres, mestras e do Buda para, assim juntos, beneficiarmos todos os seres.

Deixe o seu comentário