fbpx
Theravada

Equanimidade – Upekkha

Falemos do sétimo fator da iluminação, equanimidade, que em páli se diz upekkha. É fundamental entender que não se trata de indiferença ou um distanciamento das pessoas, da vida ou de si mesmo. Equanimidade sugere não ampliar problemas nem prazeres, de modo que se torne possível passar pelas situações da vida sem que as mesmas produzam na mente algo mais além da própria experiência, como por exemplo angústias de ordem psicológica.

A etimologia da palavra sugere o sentido de examinar, explorar, sem ser “pego” pelo que se observa. Pode significar também ter uma visão ampla ou de conjunto acerca das coisas de modo que não somos abalados exatamente devido a esta visão de conjunto. O exemplo que Gil Fronsdal dá é bastante esclarecedor: a avó, por ter experiência na criação dos próprios filhos não fica presa ou identificada aos dramas dos netos, embora os ame[1]. No Abhidhamma o termo que designa upekkha é tatramajjhattata traduzido por Piyadassi como neutralidade e Fronsdal explica como significando “estar firme diante de tudo isso”. Equilíbrio diante de toda agitação que a vida possa trazer junto com uma calma resultante do conhecimento e reflexão. Tudo isso está contido em upekkha.

Portanto, podemos concluir que a equanimidade nos protege de todas as oscilações da vida, sejam elas boas, sejam ruins. A pessoa equânime desfruta o bem de modo desapegado e passa pela experiência negativa também de modo desapegado. Um exemplo que me ajuda a entender este último ponto é pensar nas reações diante de uma injeção: algumas pessoas parecem sentir uma dor muito maior do que a da agulha, outras não reagem de modo tão intenso ou dramático. Apenas sentem a agulha. Quando aprendemos a apenas sentir a agulha, estamos alimentando o fator da iluminação da equanimidade.

Hoje terminamos a apresentação dos sete fatores da iluminação. Espero que possa ser útil no caminho de todos pelo menos como um convite a um estudo mais aprofundado do assunto e sua conexão com a prática de cada um.

 

Créditos da foto: http://www.fengshuidana.com/2013/05/13/wellness-that-works-is-balanced/

 

[1] http://www.insightmeditationcenter.org/books-articles/articles/equanimity/


VOCÊ GOSTARIA DE TER UM ACOMPANHAMENTO ONLINE, EM GRUPO, COM UM TUTOR, DENTRO DE UMA ESTRUTURA ORGANIZADA, PASSO A PASSO COM ENSINAMENTOS BUDISTAS DO BÁSICO AO AVANÇADO?


ESSE CONTEÚDO TE BENEFICIOU OU GEROU ALGUM VALOR? SE A RESPOSTA FOR SIM, PODEMOS PEDIR SEU APOIO?

O Sobre Budismo é um projeto sem fins lucrativos. Nossa missão é compartilhar a sabedoria dos ensinamentos do Buda, mestres e mestras contemporâneos - inspirar, confortar, apoiar e esclarecer os temas budistas aos leitores. Nossa aspiração é manter o SobreBudismo.com.br disponível para todos, inspirando e apoiando o acesso a todos os interessados, de iniciantes e simpatizantes a meditadores comprometidos. Você compartilha da nossa aspiração? Não podemos fazer isso sem o seu apoio.

O Sobre Budismo é independente, imparcial, voluntário, sem fins lucrativos e é suportado por leitores e ouvintes como você. Faça uma doação financeira e ajude a manter todo o nosso conteúdo gratuito e acessível a todos. Você ainda receberá recompensas por isso.


RECEBA NOVIDADES POR EMAIL

Para receber dicas, citações, podcasts, artigos, eventos, dicas de leitura, indicação de filmes, cursos online e presenciais, cadastre-se em nossa lista:

*Você também receberá um manual de meditação passo a passo para iniciantes no email de confirmação.

   

GRUPO TELEGRAM
Quer receber dicas, conteúdo e conhecer outros simpatizantes budistas? Entre no grupo do Telegram clicando no link:
https://t.me/sobrebudismo


Sou praticante do budismo desde 2011, quando criei o projeto Sobre Budismo. Minha missão é te ajudar a despertar sua verdadeira natureza iluminada através dos ensinamentos dos mestres, mestras e do Buda para, assim juntos, beneficiarmos todos os seres.

2 Comentários

Deixe o seu comentário