Dharma na Vida Diária – Parte 1

Esse é o primeiro post da série “Dharma na vida diária”. Este texto e os outros da série são do site Os Arquivos de Berzin, do Dr. Alexander Berzin.

Dharma como Medida Preventiva

Pediram-me para falar sobre a prática do Dharma na vida diária. Nós temos de saber o que queremos dizer com Dharma. Dharma é uma palavra sânscrita que literalmente quer dizer uma “medida preventiva”. É algo que nós fazemos de maneira a evitar problemas. Para termos qualquer interesse em praticar o Dharma, nós devemos ver que existem problemas na vida. Isso na verdade demanda muita coragem. Muitas pessoas não levam a si mesmos ou a suas vidas a sério. Elas trabalham duro o dia inteiro e depois se distraem com entretenimento e outras coisas nas noites porquê estão cansadas. Elas realmente não olham internamente para os problemas de suas vidas. Mesmo que elas olhem para seus problemas, elas não querem reconhecer que suas vidas não são satisfatórias, pois isso seria muito deprimente. Demanda coragem para realmente checar a qualidade de nossas vidas e admitir honestamente quando nós a achamos insatisfatória.

Dharma é uma palavra sânscrita que literalmente quer dizer uma “medida preventiva”. É algo que nós fazemos de maneira a evitar problemas.

Dr. Alexander Berzin

Sobre o site Os Arquivos de Berzin: são uma coleção de traduções e ensinamentos do Dr. Alexander Berzin, principalmente sobre as tradições Mahayana e Vajrayana do budismo tibetano. Cobrindo as áreas de sutra, tantra, Kalachakra, dzogchen e meditação mahamudra, os arquivos apresentam materiais de todas as cinco tradições tibetanas: Nyingma, Sakya, Kagyu, Gelug e Bon, assim como comparações com o budismo Theravada e o islamismo. Os Arquivos incluem também material sobre astrologia e medicina tibetanas, Shambhala e história do budismo.

Publicado por

Leonardo Ota

☸️Fundador do Sobre Budismo, praticante do Budismo desde 2011, venho ajudando simpatizantes e iniciantes no #Budismo a entrarem em contato com as práticas e os ensinamentos de #Buda (Dharma).

Acompanhamento Online (Tutoria)

Se na sua cidade não tem grupos budistas, você é simpatizante ou iniciante no budismo, não sabe por onde começar e quer uma direção para iniciar sua jornada, passo a passo, em grupo, do básico ao avançado, clique no botão a seguir:

7 comentários em “Dharma na Vida Diária – Parte 1”

  1. É a primeira vez que vejo a tradução da palavra Dharma como “medida preventiva”.
    Verdade, Lei natural, Realidade, Absoluto, etc… São algumas das traduções que conhecia.

  2. É interessante, nunca tinha lido nenhuma destas palávras, “medida preventiva”.
    Verdade, Lei natural, Realidade, Absoluto… sempre li DEVER e logo acrescentavam, mas tem centenas de interpretações. Vou guardar mais estas interpretações.

  3. Leonardo Ota eu me interesso por tudo o que possa me melhorar como ser humano e penso como você. Estamos sempre escolhendo, mtas vezes a vida nos leva para outro caminho, nos martirizamos, nos culpamos, mas o importante é saber que fazemos o nosso melhor, não é?//

    1. Olá, Marcela!

      Sim, acredito que temos que dar o nosso melhor em benefício das outras pessoas, da maneira que podemos fazer e do ponto em que elas estão.

      Muito obrigado pelo comentário e visita!

  4. Pingback: Dharma na Vida Diária – Parte 4 | Sobre Budismo

Deixe o seu comentário