fbpx
Desejo por fama - Blog Sobre Budismo
Terra Pura

Budismo: O Caminho da Introspecção

Diz uma antiga fábula que cada ser humano carrega consigo dois sacos, um pendurado na frente de seu corpo e outro nas costas. O primeiro contém os defeitos alheios e o segundo contém seus próprios defeitos. É por isso que o ser humano tem olhos para ver os defeitos alheios, mas não consegue enxergar suas próprias mazelas.

Assim, nós temos a tendência de responsabilizar os outros por todo o mal que nos acontece, sem parar para pensar que as causas desses males podem estar em nós mesmos. Olhamos para fora de nós em busca das causas de nossas inquietações e aflições sem cogitar que elas podem estar dentro de nós. Pior ainda, ao olhar para os outros enxergamos neles defeitos que na realidade estão em nós, o que gera conflitos e animosidade. É o mecanismo que os psicólogos chamam de projeção. As religiões funcionam da mesma forma quando falam em Deus e no Diabo. Vemos Deus como alguém infinitamente bom que nos pode dispensar bênçãos em resposta a nossos pedidos e orações. E responsabilizamos o Diabo por todo o mal que desaba sobre nós. No Brasil, hoje muitas pessoas atribuem ao Diabo males como doenças desemprego e pobreza, achando que basta rezar para Deus para expulsar o Demônio e se livrar desses males.

No Budismo também se fala no Diabo. As Escrituras budistas contam que na noite de sua iluminação, o Buda Shakyamuni venceu uma grande batalha contra Mara, o demônio da morte, do desejo e da ilusão. Entretanto, o Budismo não vê o Diabo como um personagem que existe fora de nós, mas sim como uma imagem de todos os defeitos e falhas que existem dentro de nós mesmos, como ignorância, inveja, orgulho, cólera, preguiça, egoísmo, indecisão, agitação, teimosia, rabugice, dúvida, etc. Assim, a batalha do Buda contra o diabo Mara foi, na verdade, um combate travado contra suas próprias tendências negativas, ou, em outras palavras, contra seus demônios interiores.

O Budismo nos convida, então a seguirmos o exemplo de seu fundador, buscando dentro de nós mesmos as causas dos males que nos afligem, ao invés de buscá-las em fatores externos ou em diabos imaginários. É por isso que grandes mestres budistas como o Reverendo Prof. Daiei Kaneko definiram o Budismo como sendo o Caminho da Introspecção. Introspecção significa olhar para dentro. O Budismo nos exorta, pois, a voltarmos a atenção para dentro de nós mesmos para superarmos nossos males e encontrarmos a verdadeira felicidade.

Reva. Yvonete  Joko

www.amida.org.br


VOCÊ GOSTARIA DE TER UM ACOMPANHAMENTO ONLINE, EM GRUPO, COM UM TUTOR, DENTRO DE UMA ESTRUTURA ORGANIZADA, PASSO A PASSO COM ENSINAMENTOS BUDISTAS DO BÁSICO AO AVANÇADO?


ESSE CONTEÚDO TE BENEFICIOU OU GEROU ALGUM VALOR? SE A RESPOSTA FOR SIM, PODEMOS PEDIR SEU APOIO?

O Sobre Budismo é um projeto sem fins lucrativos. Nossa missão é compartilhar a sabedoria dos ensinamentos do Buda, mestres e mestras contemporâneos - inspirar, confortar, apoiar e esclarecer os temas budistas aos leitores. Nossa aspiração é manter o SobreBudismo.com.br disponível para todos, inspirando e apoiando o acesso a todos os interessados, de iniciantes e simpatizantes a meditadores comprometidos. Você compartilha da nossa aspiração? Não podemos fazer isso sem o seu apoio.

O Sobre Budismo é independente, imparcial, voluntário, sem fins lucrativos e é suportado por leitores e ouvintes como você. Faça uma doação financeira e ajude a manter todo o nosso conteúdo gratuito e acessível a todos. Você ainda receberá recompensas por isso.


RECEBA NOVIDADES POR EMAIL

Para receber dicas, citações, podcasts, artigos, eventos, dicas de leitura, indicação de filmes, cursos online e presenciais, cadastre-se em nossa lista:

*Você também receberá um manual de meditação passo a passo para iniciantes no email de confirmação.

   

GRUPO TELEGRAM
Quer receber dicas, conteúdo e conhecer outros simpatizantes budistas? Entre no grupo do Telegram clicando no link:
https://t.me/sobrebudismo


Sou praticante do budismo desde 2011, quando criei o projeto Sobre Budismo. Minha missão é te ajudar a despertar sua verdadeira natureza iluminada através dos ensinamentos dos mestres, mestras e do Buda para, assim juntos, beneficiarmos todos os seres.

3 Comentários

Deixe o seu comentário