fbpx
Palavras de compaixão

#3 – A inveja nos impede de desfrutar o que temos

A inveja é um grande problema, no entanto nos mostra que faz parte do ser humano. Precisamos olhar profundamente para ela e deixar de fingir que não temos inveja ou qualquer outra emoção aflitiva, pois quando negamos que temos essa emoção ela só aumenta dentro de nós, fazendo com que fique difícil de lidar.

“A inveja é o pensamento que nos impede de desfrutar o que temos. No processo de nos preocuparmos e tentarmos alcançar o que os outros têm, não conseguimos nos deleitar com o que já possuímos.”

– S. Ema. Gyalwa Dokhampa

O problema da inveja

Tudo surge da comparação, ou seja, quando nos comparamos com os outros deixamos de olhar para o que já temos, para todas as coisas maravilhosas que já desfrutamos como: amigos, família, objetos que nos dão conforto, nosso lar, ter uma dispensa cheia de alimentos.

Se analisarmos com cuidado, já temos muito. Isso não quer dizer que não podemos conquistar mais, mas temos primeiro que agradecer o que já temos, apreciar isso.

Na minha experiência

Lembro das minhas próprias experiências e de quando me comparei com outros. Isso me fez sentir inferior e em outros momentos superior.

Ao invés de virar o foco para o outro, por exemplo, devemos olhar para nossa própria vida.

Se o outro conquistou posições, ou seja, coisas materiais, influência, isso tudo é devido ao mérito dele.

“Sentimentos de inveja perturbam e inquietam a mente e são um bom sinal de que precisamos prestar mais atenção em nós mesmos do que nos outros. Qual é a fonte da insegurança que está nos fazendo invejar o outro, em vez de celebrarmos com ele e apoiá-lo?”

– S. Ema. Gyalwa Dokhampa

Como eu faço isso?

Algo que percebo ser benéfico, é ficar feliz com as conquistas dos outros. Quando sinto inveja, mesmo que de alguém próximo, isso se torna uma ótima oportunidade para olhar para dentro de mim com profundidade.

Primeiro eu aceito o fato de ter inveja, pois sou humano, essa emoção faz parte da nossa vida e o ponto chave é aceitarmos, então o simples fato de olhar para ela já faz com que perca força e nos domine.

Mas não adianta apenas olhar para ela e entender que faz parte, precisamos aprender a lidar com ela e mudar o padrão de inveja para o de ficar feliz com as conquistas do outros.

“É importante ter atitudes positivas com a motivação de beneficiar os outros e não sermos movidos pela inveja.”

– S. Ema. Gyalwa Dokhampa

4 formas práticas para lidar com a inveja. Os primeiros passos.

  1. Foque em uma hábito por vez ao invés de tentar melhorar tudo.
  2. Comece a tomar consciência da sua inveja, entenda que faz parte de ser humano, contemple e tire alguns minutos por dia para refletir sobre isso.
  3. Torne-se cada vez mais observador em relação a esse hábito negativo, pois ajuda a lidar com a inveja.
  4. Tenha continuidade nesses passos e faça esse exercício de reflexão e tomada de consciência até você conseguir trocar essa inveja pelo fato de estar feliz com as conquistas dos outros, pois isso lhe tornará uma pessoa mais disciplinada.

Benefícios

  • Lidando com a inveja você terá uma mente serena e tranquila.
  • Será mais feliz, pois irá aprender a se alegrar com a felicidade dos outros. Algo tão raro nos dias de hoje.
  • Vai apreciar e dar valor para o que já tem, tornando-se um ser humano grato pela vida. Ser grato traz felicidade.

Resumo

Regozijar-nos na felicidade e nas boas qualidades dos outros é um antídoto para a inveja, em outras palavras, e permite que nossa mente relaxe e aprecie o que tem.

Sua participação

Comente em uma palavra, o que te deixa com mais inveja?


VOCÊ GOSTARIA DE TER UM ACOMPANHAMENTO ONLINE, EM GRUPO, COM UM TUTOR, DENTRO DE UMA ESTRUTURA ORGANIZADA, PASSO A PASSO COM ENSINAMENTOS BUDISTAS DO BÁSICO AO AVANÇADO?


ESSE CONTEÚDO TE BENEFICIOU OU GEROU ALGUM VALOR? SE A RESPOSTA FOR SIM, PODEMOS PEDIR SEU APOIO?

O Sobre Budismo é um projeto sem fins lucrativos. Nossa missão é compartilhar a sabedoria dos ensinamentos do Buda, mestres e mestras contemporâneos - inspirar, confortar, apoiar e esclarecer os temas budistas aos leitores. Nossa aspiração é manter o SobreBudismo.com.br disponível para todos, inspirando e apoiando o acesso a todos os interessados, de iniciantes e simpatizantes a meditadores comprometidos. Você compartilha da nossa aspiração? Não podemos fazer isso sem o seu apoio.

O Sobre Budismo é independente, imparcial, voluntário, sem fins lucrativos e é suportado por leitores e ouvintes como você. Faça uma doação financeira e ajude a manter todo o nosso conteúdo gratuito e acessível a todos. Você ainda receberá recompensas por isso.


RECEBA NOVIDADES POR EMAIL

Para receber dicas, citações, podcasts, artigos, eventos, dicas de leitura, indicação de filmes, cursos online e presenciais, cadastre-se em nossa lista:

*Você também receberá um manual de meditação passo a passo para iniciantes no email de confirmação.

   

GRUPO TELEGRAM
Quer receber dicas, conteúdo e conhecer outros simpatizantes budistas? Entre no grupo do Telegram clicando no link:
https://t.me/sobrebudismo


Sou praticante do budismo desde 2011, quando criei o projeto Sobre Budismo. Minha missão é te ajudar a despertar sua verdadeira natureza iluminada através dos ensinamentos dos mestres, mestras e do Buda para, assim juntos, beneficiarmos todos os seres.

Deixe o seu comentário