2012, mudança do nosso mundo interno e ação

Sempre pensei que para mudar o mundo eu precisaria fazer coisas grandes, como criar uma ONG para ajudar todas as crianças que passam fome, salvar os animais, o meio ambiente, e coisas semelhantes, mas eu estava enganado. Não é só assim que se muda o mundo lá fora. Entendi que primeiro devemos mudar o nosso mundo interno para depois mudar o externo.

Continuar lendo 2012, mudança do nosso mundo interno e ação

Edite sua vida e seja mais feliz com menos

Li um artigo na revista Vida Simples intitulado “Sua vida editada”. O artigo contava a história de um Designer, Graham Hiil, que resolveu editar a própria vida reduzindo o que ele tinha. Menos coisas equivaliam a menos preocupação e mais felicidade. Assim, ele mudou de uma casa grande para uma menor, se desfez-se de coisas que não usava e que não eram tão necessárias quanto ele imaginava.

Continuar lendo Edite sua vida e seja mais feliz com menos

Quais são os seus/meus obstáculos?

Eu pensei em criar esta sessão no blog para expor os meus obstáculos, tanto na prática de meditação e estudos do budismo, quanto obstáculos do dia-a-dia. Acredito que se eu contar não só os problemas, como também o que consegui encontrar como solução ou saída para eles, eu poderia ajudar outras pessoas, mas não dizendo como elas devem sair dos próprios problemas, pois estaria mentindo, eu não tenho saída para os seus problemas, no entanto, posso mostrar com as minhas próprias experiências como podemos tentar olhar as situações de ângulos diferentes. Tudo depende do olhar e de como vemos a situação.

Continuar lendo Quais são os seus/meus obstáculos?

Meu primeiro retiro no budismo

Quero contar sobre como foi o meu primeiro retiro. Ele aconteceu em São Paulo e foram 3 maravilhosos dias, um final de semana muito especial onde conheci muitas pessoas legais, o Gustavo Gitti que é uma pessoa fantástica e o querido Lama Padma Samten.

O Retiro era sobre Meditação da Presença e Prajnaparamita. Estes são ensinamento um pouco complexos, porém como o Lama Padma Samten é um mestre qualificado e reconhecido e também possui uma didática muito eficiente, não foi muito difícil compreender os ensinamentos.

Continuar lendo Meu primeiro retiro no budismo

Minha prática de meditação

Existem algumas técnicas de meditação no budismo, como Vipassana e Shamata. Eu pratico Shamata e vou contar para você um pouco sobre o que é, como eu faço, para que serve, o que eu sinto e se me faz bem.

Eu não sou nenhum mestre em meditação, sou apenas um iniciante e vivo rodopiando ao redor do meus problemas. Pratico meditação Shamata diariamente 30min ao acordar e 30min a noite e posso dizer que os resultados no dia-a-dia me fazem muito bem. Fico mais tranquilo durante o dia, sinto minha mente mais calma, mas não pense que meditação tem como objetivo o relaxamento ou algo parecido. Esses estados do corpo acontecem naturalmente devido a prática de sentar em silêncio com a respiração calma e tranquila, porém este não é o foco.

O que é meditação Shamata?

Essas são trechos escritos pelo meu mestre, Lama Padma Samten, sobre Shamata pura e impura:

Shamata impura

Interrompemos a operacionalidade comum do mundo, funcionando dentro de nós, e sentamos. Vamos praticar a liberdade de não precisar ficar respondendo a um fluxo. Então respiramos!

É a primeira forma de contermos nossos impulsos cármicos. Se não conseguirmos barrá-los, ficamos presos neste processo incessante da Roda da Vida, ficamos chamando esses impulsos de “eu mesmo”, ainda que estes impulsos sejam contraditórios. Procuramos focar a respiração, e ver nosso corpo se energizando pela própria respiração. Procurem localizar o que faz os olhos brilharem. Isso é a energia, o foco da meditação é esse.

De resto, procurar manter o corpo relaxado. Esta shamata é impura pois tem niroda [foco fechado]. Se mergulharem nessa meditação, talvez esqueçam do que ocorre no mundo ao redor. Se vemos uma coisa, deixamos de ver outra. Mas é uma meditação muito importante, é a primeira forma na qual vamos conter a ação de samsara. O mais importante não é teorizar sobre isso, mas praticar, experienciar.

Shamata pura

Fazemos o mesmo que em shamata impura, mantemos esse brilho no olho e no corpo, mas agora aproveitamos nossos olhos e ouvidos [e todos os outros sentidos] para vasculhar ao redor. Não buscamos isso, simplesmente nos mantemos abertos ao que ocorre no mundo externo e não respondemos.

Percebemos o que é a mente dependente dos sentidos: se a mente está ligada ao olhos, ela está presa a uma sala; se ela segue o sentido auditivo ela vai longe. Com os olhos, por exemplo, não vejo os carros, mas eu ouço, e minha mente vai atrás. Vamos ficar em silêncio, ouvir o que está ao redor, olhar o que surge internamente, os pensamentos, e contemplar a transitoriedade deles. São como riscos numa superfície de água, tão pronto eles vem, eles vão.

A essência da prática de Shamata é não responder.

Como eu pratico?

Eu pratico meditação Shamata no meu quarto, já tentei praticar em um parque, só que prefiro em casa, pois é mais tranquilo. A experiência que tive em locais públicos não foram tão legais quanto eu pensei. Olha a paisagem do parque que falei(Parque do Sabiá – Uberlândia – MG) e ainda sim eu prefiro o meu quarto bagunçado:

Parque do sabiá, onde pratiquei meditação shamata do budismo.

Nos dias em que fui meditar, um pessoal sentou-se ao meu lado e começou a conversar, cantar e pular, foi até engraçado. Por isso acho que no meu quarto não terá ninguém fazendo algazarra rsrs.

Almofada japonesa - Azfu

Com relação a postura, eu comprei um tapete para prática de ginástica e Yoga e uma almofada que se chama Zafu(ao lado direito) indicado pelo Gustavo Gitti(que é um grande amigo e me ensina sobre o Dharma) quando fui ao meu primeiro retiro no budismo sobre meditação da presença em São Paulo. O Zafu é uma almofada usada para a prática do Zazen, mencionado no início deste post. Ela é muito confortável e ajuda bastante quando se está começando a praticar, pois da uma levantadinha nos quadril e faz sua coluna encaixar dando mais conforto para a prática de meditação.

Em relação ao tempo que pratico, eu comecei com 2x 5min e 1 de descanso todos os dias. Ao passar do tempo e com força de vontade, pois existem algumas dores iniciais, eu comecei a ficar e suportar os pequenos desconfortos por mais tempo. Eu sempre pensei assim, faça chuva ou sol eu devo praticar, até doente eu tentei. Não é tão bom, mas achei necessário não dar desculpas para praticar. Hoje eu gosto muito de meditação e me sinto muito bem.

Nem tudo é maravilha, existem dias que eu não quero praticar, não da a mínima vontade, ai eu lembro sobre a motivação(irei criar um post para explicar melhor sobre a minha motivação e porque ela é importante), do porque eu pratico.


APOIE ESTA CAUSA
https://apoia.se/podcastiluminacaodiaria

PODCAST ILUMINAÇÃO DIÁRIA
Se você ouve no Spotify, SoundCloud, Itunes Store, Google Podcast ou Deezer, siga, compartilhe, deixe uma avaliação, comente este podcast.
E eu te desafio a compartilhar esse podcast com 3 amigos.
https://sobrebudismo.com.br/todos-os-posts/

QUER APRENDER ATRAVÉS DOS LIVROS?
Quer recomendação de livro para te ajudar com a mente, emoções e relações?
https://livros.sobrebudismo.com.br/

GRUPO TELEGRAM
Quer receber dicas, conteúdo e conhecer outros simpatizantes budistas? Entre no grupo do Telegram clicando no link:
https://t.me/sobrebudismo

INSTAGRAM
https://www.instagram.com/sobrebudismo/

BIOGRAFIA COMPLETA DO AUTOR DO SOBRE BUDISMO
https://sobrebudismo.com.br/quem-e-o-sobre-budismo/

A Arte da Felicidade – Um Manual para a Vida

Este é um livro de Sua Santidade o 14º Dalai Lama.

É muito interessante a forma como o Dalai Lama aborda, os assuntos como felicidade, sofrimento, compaixão e amor. Ele usa uma linguagem simples e direta, com exemplos do cotidiano e com um bom humor de um jeito que só ele tem e que quando você lê, ri e se diverte junto. Para quem já assistiu alguma entrevista do Dalai Lama no youtube, sabe o quanto ele é divertido e quando dá gargalhadas não tem como segurar, você ri junto. Ele transmite uma felicidade muito contagiante.

Livro a arte da felicidade - dalai lama

Acredito que o objetivo da vida seja a busca da felicidade. Isso está claro. Quer se acredite em religião ou não, todos nós buscamos algo melhor na vida.

Neste livro, o Dalai Lama explica basicamente que todos os seres aspiram a felicidade e tentam se afastar do sofrimento, que esse é o propósito da vida, a busca pela felicidade. Em meio a meditações, bate-papo e histórias, ele explica como derrotar a ansiedade, solidão, insegurança e o que nos causa sofrimento no dia-a-dia. Junto com o Doutor Howard Cutler, um psiquiatra, o Dalai Lama conversa e explica vários pontos de vista sobre o cotidiano, relacionamento, perda e busca de riqueza e explica como superar os obstáculos relacionados a estes assuntos.

Este livro transcende religião e tradições espirituais e ajuda o leitor a encontrar a própria felicidade e como superar os próprios obstáculos.

Os principais tópicos do livro são: O propósito da vida, O calor humano e a compaixão, A transformação do sofrimento, A superação de obstáculos e por fim Reflexões finais sobre como levar uma vida espiritual.

Se você já leu e gostou comente, se não gostou comente também.

Que todos os seres sejam felizes e superem os sofrimento. Que encontrem as verdadeiras causas da felicidade e superem as causas do sofrimento.


APOIE ESTA CAUSA
https://apoia.se/podcastiluminacaodiaria

PODCAST ILUMINAÇÃO DIÁRIA
Se você ouve no Spotify, SoundCloud, Itunes Store, Google Podcast ou Deezer, siga, compartilhe, deixe uma avaliação, comente este podcast.
E eu te desafio a compartilhar esse podcast com 3 amigos.
https://sobrebudismo.com.br/todos-os-posts/

QUER APRENDER ATRAVÉS DOS LIVROS?
Quer recomendação de livro para te ajudar com a mente, emoções e relações?
https://livros.sobrebudismo.com.br/

GRUPO TELEGRAM
Quer receber dicas, conteúdo e conhecer outros simpatizantes budistas? Entre no grupo do Telegram clicando no link:
https://t.me/sobrebudismo

INSTAGRAM
https://www.instagram.com/sobrebudismo/

BIOGRAFIA COMPLETA DO AUTOR DO SOBRE BUDISMO
https://sobrebudismo.com.br/quem-e-o-sobre-budismo/

Escola Infantil Caminho do Meio

Você conhece a Escola Infantil Caminho do Meio?

A Escola Infantil Caminho do Meio nasceu do sonho auspicioso do Lama Padma Samtem de oferecer uma educação voltada à lucidez e ação vitoriosa no mundo. Foi pensada como um espaço de desenvolvimento humano, que possibilite os meios hábeis para desenvolver crianças, famílias, educadores e comunidade em geral, auxiliando-os na busca pela felicidade.

Entender os outros em seus mundos é a sabedoria do espelho – Lama Padma Samten.

O eixo de prática da escolinha são os valores cujo foco está na cultura de paz, na responsabilidade universal, no bom coração e na inter-relação entre os seres e o universo. Esta é uma abordagem da educação baseada em um processo de visão e entendimento do mundo. Visa que a criança consiga mover-se positivamente nas diferentes circunstâncias que o mundo oferece.

“A Escola Infnatil Caminho do Meio foi pensada como um espaço de desenvolvimento humano, que possibilite os meios hábeis para desenvolver crianças, famílias, educadores e comunidade em geral, auxiliando-os na busca pela felicidade.”

Contato

Endereço: Estrada Caminho do Meio, 2600 – CEP 94515-000 – Viamão/RS
Tel:(51) 3501-4430
E-mail: escola@institutocaminhodomeio.org

Link para o site da Escola Caminho do Meio

Assista ao vídeo da Escola Caminho do Meio

Se, com a alegria das crianças, surgir alegria em você, veja que você já se sente dentro do movimento da escola e isso o impulsiona a participar e ajudar a sustentar o processo.



APOIE ESTA CAUSA
https://apoia.se/podcastiluminacaodiaria

PODCAST ILUMINAÇÃO DIÁRIA
Se você ouve no Spotify, SoundCloud, Itunes Store, Google Podcast ou Deezer, siga, compartilhe, deixe uma avaliação, comente este podcast.
E eu te desafio a compartilhar esse podcast com 3 amigos.
https://sobrebudismo.com.br/todos-os-posts/

QUER APRENDER ATRAVÉS DOS LIVROS?
Quer recomendação de livro para te ajudar com a mente, emoções e relações?
https://livros.sobrebudismo.com.br/

GRUPO TELEGRAM
Quer receber dicas, conteúdo e conhecer outros simpatizantes budistas? Entre no grupo do Telegram clicando no link:
https://t.me/sobrebudismo

INSTAGRAM
https://www.instagram.com/sobrebudismo/

BIOGRAFIA COMPLETA DO AUTOR DO SOBRE BUDISMO
https://sobrebudismo.com.br/quem-e-o-sobre-budismo/

YATRA – uma viagem externa, interna e secreta

YATRA – uma viagem externa, interna e secreta

Hoje quero indicar para você o projeto (documentário) YATRA – uma viagem externa, interna e secreta.

Assista ao documentário – YATRA – uma viagem externa, interna e secreta

Sobre o projeto YATRA?

Existem hoje na Índia e no Nepal oito lugares de peregrinação budista considerados sagrados. Um grupo de 26 pessoas, provenientes de diversas partes do Brasil, abriram mão do conforto de suas rotinas para percorrer mais de 4.000 quilômetros por esses dois países da Ásia, durante 30 dias. Saíram em busca de algo que foi se desvelando ao longo da viagem. Uma viagem interna, a partir dos olhares e das reflexões de cada um.

YATRA – uma viagem externa, interna e secreta é um documentário que mostra, através da visita a esses locais, as impressões, as alegrias e os conflitos dessas pessoas. O nascimento do sagrado no olhar de quem o vê. Ou não.

O público se identifica com o aspecto humano do filme, revelado nas experiências pessoais dos peregrinos.

Durante a yatra – que em sânscrito significa jornada de transformação-, um monge brasileiro ordenado na Índia nos apresenta alguns ensinamentos deixados por Buda. Os peregrinos modernos reproduzem em pleno século 21 o trajeto realizado por inúmeros mestres e discípulos ao longo de 2.600 anos.

Este projeto nasceu da vontade de mostrar, por meio da experiência de pessoas como nós, que falam a nossa língua, o que a vida do Buda tem a ver com a nossa vida ocidental. É um filme que transcende o olhar turístico tradicional e busca a resposta de questões essenciais em meio às ações cotidianas como, por exemplo, a difícil tarefa de usar um banheiro na Índia. Que pergunta como podemos encontrar a cura para nossa insatisfação ao mesmo tempo em que sentimos frio, nojo, cansaço, raiva, inveja.

As imagens na tela trazem o universo sensorial do oriente, com suas cores, texturas, luz, sabor, e revelam um significado profundo.


APOIE ESTA CAUSA
https://apoia.se/podcastiluminacaodiaria

PODCAST ILUMINAÇÃO DIÁRIA
Se você ouve no Spotify, SoundCloud, Itunes Store, Google Podcast ou Deezer, siga, compartilhe, deixe uma avaliação, comente este podcast.
E eu te desafio a compartilhar esse podcast com 3 amigos.
https://sobrebudismo.com.br/todos-os-posts/

QUER APRENDER ATRAVÉS DOS LIVROS?
Quer recomendação de livro para te ajudar com a mente, emoções e relações?
https://livros.sobrebudismo.com.br/

GRUPO TELEGRAM
Quer receber dicas, conteúdo e conhecer outros simpatizantes budistas? Entre no grupo do Telegram clicando no link:
https://t.me/sobrebudismo

INSTAGRAM
https://www.instagram.com/sobrebudismo/

BIOGRAFIA COMPLETA DO AUTOR DO SOBRE BUDISMO
https://sobrebudismo.com.br/quem-e-o-sobre-budismo/