Arquivos :: Quem cuida do Sobre Budismo? :: Mandala tibetana como treinamento da mente :: Técnica para reduzir ansiedade ::

Sobre Budismo : Budismo, meditação, mente e alívio da ansiedade

Vegetarianismo por Tai Situ Rinpoche


Vegetarianismo por Tai Situ Rinpoche - Blog Sobre Budismo

Imagem: Ellen Avigliano

O texto a seguir é do mestre, Tai Situ Rinpoche e foi postado no KTT Facebook Group pelo Lama Karma Tartchin do KTT Brasil. Tradução de Karma Tsultrim Gyamtso.

Algumas pessoas que estão participando das iniciações do Rinchen Terdzo e aquelas que estão patrocinando a alimentação dos monges, monjas e praticantes do Dharma durante este evento talvez estejam imaginando porque carne não está sendo servida.

De fato, desde que o Oitavo Tai Situ estabeleceu o Monastério Palpung Chokhor Ling no Leste do Tibete há mais de 300 anos atrás, refeições de nossa linhagem de monges têm sido preparadas na cozinha principal de lá. No Tibete, não se serve comida aos monges e monjas todos os dias, como ocorre na Índia. Uma refeição diária é apenas permitida a todos durante os Pujas e também nas grandes reuniões religiosas, as quais duram por semanas ou meses. Caso contrário, membros da família ou participantes têm que se prover.

O Oitavo Tai Situ criou a regra que não se prepara carne na cozinha do Mosteiro de Palpung. Eu não consegui implementar esta regra no Mosteiro Sherab Ling satisfatoriamente até este ano. Agora nós estamos continuando esta tradição. Nós temos duas cozinhas principais no Mosteiro de Sherab Ling, uma para estudantes do Shedra e uma para os membros da Grande Assembléia. Iniciando em 04 de agosto, nenhuma carne será mais preparada nas cozinhas principais. Eu apenas estou fazendo isso porque é a tradição do Oitavo Tai Situ.

Eu não estou dizendo que pessoas que comem carne são más. E não estou dizendo que comendo vegetais não se causa carma negativo. Obviamente, comer carne é um carma muito ruim, porque animais que respiram são levados a um lugar e mortos. Então as pessoas comem as patas dos animais mortos, pernas, costelas e todos os pedaços do animal morto. Isso vale para todas as criaturas. Pássaros grandes comem pássaros pequenos. Tigres comem veados. Animais comem uns aos outros.

Pouco importando se é natural ou não, é cruel comer carne e isso é carma negativo.

Mas não deveríamos ignorar o fato que comer vegetais e arroz também gera carma negativo. Eu sei dessas coisas por duas razões. Inicialmente, meus pais e ancestrais foram fazendeiros. Em segundo lugar, eu cresci no Sikkim onde todos são fazendeiros. Eu vi que muitos insetos são mortos nos campos de arroz e que uma bacia de arroz gerava uma bacia de insetos mortos, se não mais. Eu não estou exagerando quando eu digo que uma bacia cheia de insetos é morta enquanto uma bacia cheia de arroz é produzida. Isso é possível.

Antigamente, haviam os vegetais chamados “inseticidas”. Nos dias atuais, cientistas inventaram novos inseticidas. Os insetos que os consomem morrem por dentro, enquanto os vegetais não são prejudicados. Isso é muito ruim, mas fazemos isso. Temos que comer algo, pois de outra forma estaríamos mortos. Então dessa forma, comer vegetais e arroz também é acumular carma negativo. Eu não estou lhe dizendo para ser vegetariano. Isto é com você, e está tudo bem se você for e ok se não for. Eu também não estou dizendo que eu sou vegetariano e eu sou muito bom e que vocês todos deveriam ser vegetarianos. Eu não estou dizendo isso. Mas eu respeito vegetarianos e o vegetarianismo, ou como você chamar isso. É uma boa coisa. Mas não deveríamos ignorar o fato de que milhões de insetos são mortos quando os vegetais crescem e são colhidos.

Temos que rezar por todos os insetos e bichos que são mortos para que possamos comer vegetais. Temos que rezar por eles, não a eles, mas rezar por eles. Em qualquer caso, se eu fosse um animal a ser abatido e houvesse alguém como o Bhudda, ou Shri Tilopa, ou Shri Naropa que quisesse comer carne, eu decididamente desejaria ser a comida deles, não de qualquer outra pessoa que não apreciaria minha carne. O Bhudda e os Mahasiddhas iriam ao menos rezar por mim se tivessem minha carne como refeição e eu iria ao menos receber a benção deles. Essa é a nossa antiga tradição.

Pinterest




Nos encontre também: facebook | instagram | youtube | twitter | podcast | email | rss