Vasitthi, a louca

Vasitthi, a louca


Pinterest

 

O poema que trago hoje foi escrito por uma mãe que perdeu o filho. Por conta disso ela ficou muito tempo fora de si, como se estivesse num abismo do qual não fosse possível sair. Vasitthi conseguiu superar a dor graças ao ensinamento do Buddha e eventualmente tornou-se uma iluminada. Não consigo imaginar a dor de perder um filho, e apesar desse grande tormento ela conseguiu transcender tudo. Para mim fica a lição. Mais importante do que se lamentar e se desesperar é usar de toda habilidade para superar de verdade os problemas que a vida nos apresenta. Original em: http://www.accesstoinsight.org/tipitaka/kn/thig/thig.06.02.than.html

Esmagada pela aflição devido a meu filho

– desnuda, enlouquecida,

cabelos desgrenhados

com a mente desordenada –

eu perambulada aqui e ali,

vivendo na beira das estradas,

em cemitérios e lixões.

Por três anos completos,

Afligida pela fome e pela sede.

 

Então eu vi

Ele, o Consumado,

que foi à cidade de Mithila:

domador dos sem controle,

Auto-consciente,

sem nada a temer

de coisa alguma, de lugar algum.

 

Tendo recuperado minha mente

prestei-lhe homenagem,

sentei-me no chão.

Ele, Gotama, por compaixão

ensinou-me o Dhamma.

Ouvindo seu ensinamento,

tornei-me monja sem lar.

Aplicando-me ao ensinamento do mestre,

realizei o estado de benção auspiciosa.

 

Todas as aflições foram erradicadas,

abandonadas,

levadas ao fim

pois compreendi as bases

a partir das quais

as aflições entram em jogo.

Categories

+ There are no comments

Add yours