Uma opinião sobre a homosexualidade

Uma opinião sobre a homosexualidade


Pinterest

O Precioso Senhor da Dança, S.Ema. Chagdud Tulku Rinpoche, partilha sua opinião sobre a homosexualidade. Essa história foi retirada do facebook de um aluno que presenciou esse fato.

Uma senhora, após a palestra do lama sobre a diversidade da vida, perguntou:

– Mestre, o que é um homossexual?

Ele: – Um homossexual é uma pessoa que faz sexo com o mesmo sexo.

Ela: – Acho que o senhor não entendeu… Como o budismo vê o homossexualismo?

Ele: – Nós não vemos o homossexualismo. No budismo, não temos o costume de ver as pessoas fazendo sexo.

Ela [impaciente]: – Mestre, o que eu quero saber é a opinião do budismo sobre pessoas que fazem sexo com o mesmo sexo.

Ele: – Alguém pode dar opinião sobre quem não conhece? Você está falando em “pessoas”. Que pessoas?

Ela [quase louca]: – Qualquer uma! Qualquer uma!

Ele: – Todas as pessoas são milagres.

Ela [começando a espumar]: – O HOMOSSEXUALISMO É CERTO OU ERRADO?

Ele: – Atos homossexuais consensuais são atos de amor.

Tudo isso com a mesma expressão de quem vê um passarinho azul. Seguem-se aplausos e gargalhadas. Rinpoche sorri.

Mais histórias do Senhor da Dança

Este blog é fantásticos e conta muitas histórias sobre S.Ema. Chagdud Tulku Rinpoche, um mestre tibetano autêntico e reconhecido da linhagem Niygma.

Acesse: O senhor da Dança.

Categories

12 Comments

Add yours
  1. 2
    Wesley

    Sou Cristão, mas não religioso. Sigo Jesus através de seu ensino no Evangelho. Não posso negar uma coisa: quanta sabedoria em palavras tão simples! Quiçá todas as pessoas que buscam crescer espiritualmente fossem sábias e simples assim!

  2. 7
    psycho

    Achei muito inteligente as respostas do mestre. E ficaria curioso sobre que respostas ele daria sobre outros assuntos sexuais polêmicos de nossa sociedade, e geralmente recriminados, como a pedofilia, o sadismo o masoquismo, a zoofilia etc.

    Todos estes nomes são vinculados ao gênero psicopatológico “Parafilia”.Que são classificados como tal todos os comportamentos e desejos sexuais considerados impróprios ou anormais, onde os desejos e atitudes sexuais são direcionados para objetos e ações sexuais que não as socialmente aceitas como normais.

    (Obs: Até a década de 70 se não me engano, o homossexualismo era considerado um tipo de parafilia, assim como as citadas acima, ou seja, uma perversão sexual, uma psicopatologia. Depois de alguns movimentos ativistas a OMS decidiu tirar o homossexualismo dos quadros de parafilias, passando a ser considerado uma opção sexual e não mais um transtorno psicossexual)

    • 8
      João Romário

      Sadismo, masoquismo e outras práticas não alternativas consensuais que envolvam adultos são questão pessoal dos envolvidos.

      Mas sobre a pedofilia, a resposta do mestre me parece clara: “atos (…) CONSENSUAIS são atos de amor”.

      Não é possível falar de consensualidade verdadeira no ato sexual entre um adulto e uma criança, pelo simples fato de que esta não tem maturidade, nem autonomia suficientes para deliberar a respeito.

+ Leave a Comment