Renascimento

Renascimento


Pinterest

Terminamos hoje o texto sobre cooriginação dependente.

 

 

11

 

Agora chegamos à décima primeira e última proposição: “Jati-paccaya jaramaranam, Através do renascimento, decadência e morte, tristeza, lamentação, dor, aflição e desespero são condicionados.” Sem nascimento não pode haver deterioração e morte. Se não tivéssemos nascido, não teríamos que morrer e não seríamos expostos a todos os tipos de miséria. Assim, o renascimento é uma condição necessária para a decadência e morte, e para todas as outras formas de miséria. Por isso foi dito: “Por meio de renascimento decadência e morte são condicionados”.

Com isto encerramos a explicação acerca das 11 proposições que compõem a fórmula de paticca-samuppada. A partir de minhas explicações, vocês viram que os 12 elos da fórmula são distribuídos ao longo de três vidas sucessivas, e que podemos aplica-los para as nossas vidas passadas, presentes e futuras. Os dois primeiros elos, avijja e formações kâmmicas, representam as causas kâmmicas da vida passada, os cinco elos seguintes, consciência, etc., representam os resultados kâmmicos na vida presente e os três elos seguintes, desejo, apego e processos kâmmicos, representam as causas kâmmicas na vida presente, e os dois últimos elos, renascimento e decadência e morte, representam os resultados do kamma na vida futura.

Você deve, no entanto, lembrar que as causas kâmmicas completas são cinco, a saber, ignorância, formações kâmmicas, desejo, apego e processo kâmmico de existência. Temos, portanto, cinco causas no passado e cinco resultados no presente; cinco causas no presente e cinco resultados no futuro. Por isso foi dito:

Cinco causas estavam lá no passado,

Cinco frutos são encontrados na vida presente.

Cinco causas que são agora produzidas,

Cinco frutos serão colhidos na vida futura.

Agora, se não tivesse havido ignorância e formações kâmmicas ou volições afirmadoras da vida na existência passada, nenhuma consciência ou nova vida teria surgido no ventre de nossa mãe, e nosso nascimento presente não teria ocorrido. No entanto, se por penetração profunda e profundo conhecimento quanto à natureza evanescente e desprovida de ego de toda a existência, alguém se desapega da existência em todas as suas formas, tornando-se  livre de toda a ignorância, desejo e apego à existência, livre de todas as formações kâmmicas e volições egoístas, então nenhum renascimento  vai se seguir, e o objetivo ensinado pelo Buda terá sido realizado, ou seja, a libertação do renascimento e do sofrimento.

O diagrama a seguir apresenta, de um só golpe, a relação de dependência entre três vidas sucessivas:

 

 

Originação Interdependente

3 períodos                         12 fatores                           20 modos e 4 grupos

 

Passado                                   1.ignorância                            causas passadas

2.formações kâmmicas            1, 2, 8, 9, 10

 

Presente                                 3.consciencia

4.mentalidade-corporalidade

5.Seis bases dos sentidos        5 efeitos presentes

6.Impressões                                      3-7

7.sensações

8.desejo sedento                    cinco causas presentes:

9.apego                                           8, 9, 10, 1, 2

10.existência

Futuro                                                     11.renascimento                     cinco efeitos futuros:

12.decadência e morte                     3-7

 

 

Três conexões:

1.Causas passadas com efeitos presentes (entre 2 & 3)

2.Efeitos presentes com causas presentes (entre 7 & 8)

3.Causas presentes com efeitos futuros (entre 10 & 11)

 

Três giros:

1.Giro das contaminações (ou impurezas): 1, 8, 9

2.Giro do kamma: 2, 10 (parte)

3.Giro dos resultados: 3-7, 10 (parte), 11, 12

 

Duas raízes:

1.Ignorância: do passado ao presente

2.Desejo: do presente ao futuro

 

 

Créditos da foto: http://setasparaoinfinito.blogspot.com.br/2013_09_01_archive.html

Categories

+ There are no comments

Add yours