Os ensinamentos não são sobre a luta do “bem” contra o “mal”

Os ensinamentos não são sobre a luta do “bem” contra o “mal”


Pinterest

Materialismo Espiritual - Blog Sobre Budismo

O texto a seguir foi extraído do livro, “Além do materialismo espiritual”, por Chögyam Trungpa Rinpoche, página 110.

“Enquanto uma pessoa estiver envolvida em uma guerra, tentando defender ou atacar, a sua ação não é sagrada; é uma situação mundana, dualística, de campo de batalha.”

Chögyam Trungpa Rinpoche, do livro “Além do materialismo espiritual”

Poderemos perguntar então: “E as grandes tradições religiosas, os ensinamentos? Falam de disciplina, regras e regulamentos. Como conciliar essas coisas com a noção de senso de humor?”

Muito bem, examinemos convenientemente a questão. Os regulamentos, a disciplinas, a prática da moral baseiam-se, de fato, na atitude puramente julgadora do “bom” em oposição ao “mau”? Os grandes ensinamentos espirituais advogam realmente a nossa luta contra o mal porque estamos do lado da luz, do lado da paz? Estão recomendando-nos que combatamos esse outro lado “indesejável”, o mau e o negro? Eis ai uma grande pergunta. Se há sabedoria nos ensinamentos sagrados, não deveria haver nenhuma guerra.

Enquanto uma pessoa estiver envolvida em uma guerra, tentando defender ou atacar, a sua ação não é sagrada; é uma situação mundana, dualística, de campo de batalha. Ninguém esperaria que os grandes ensinamentos fossem tão simplórios assim, buscando o bom e lutando contra o mau.

Esse seria o enfoque de um filme de faroeste de Hollywood – antes mesmo de termos visto a conclusão, já sabendo, sem sombra de dúvida, que os “bonzinhos”não serão mortos e os “mauzinhos”não serão poupados. Esse enfoque é claramente simplório; mas é justamente esse tipo de situação que estamos criando em termos de luta “espiritual”, realização “espiritual”.

Categories

+ There are no comments

Add yours