O significado de “Namu Myoho Renge Kyo”: MyoHo (parte 2)

O significado de “Namu Myoho Renge Kyo”: MyoHo (parte 2)


Pinterest

“Myoho” é a tradução do termo sânscrito Saddharma. “Myoho” é muitas vezes traduzido como “Dharma Maravilhoso”, ou “Lei Maravilhosa” ou “Lei Mística” e como sugere a tradução propriamente dita, o seu significado é vasto e profundo.

“Sad” ou “Sat” em “Saddharma” corresponde à primeira sílaba “Myo” de “Myoho” e quer dizer “verdade”. “Saddharma”, portanto, significa “Dharma Verdadeiro” ou “Dharma Correto”. “Sad” também denota plenitude, ser totalmente dotado. “Myo” também significa “inigualável”, “místico”, “impossível de perceber (com os sentidos)”, “além da compreensão (dos seres humanos comuns)” e “maravilhoso”. Nichiren Shonin explicou que enquanto “Myoho Renge Kyo” é o coração e a essência do Sutra do Lótus, a palavra “Myo” em si é extremamente rica em significado.

Em 593 d.C. o grande mestre do Dharma, T’ien-t’ai, afirmou, no seu Fa-hua Ichi (jap. Hokke Gengi) que “Myo” tem um duplo significado.

O primeiro significado resulta de uma análise comparativa através da qual emerge a superioridade do Sutra do Lótus entre os ensinamentos de Buda.

O segundo significado de “Myo” diz respeito à “onisciência” do Sutra do Lótus, já que inclui simultaneamente cada uma das muitas doutrinas que Buda Shakyamuni pregou durante seus 40 anos de ensinamentos.

Nichiren Shonin explica nos escritos “Daimoku do Sutra de Lótus” (1266), “Kaimoku Sho” (1272) e “Kanjin Honzon Sho” (1273) que o caractere “Myo” é extremamente significativo. “Myo”, de fato, teria três significados:

1) abrir,
2) ser dotado e perfeito,
3) trazer de volta à vida, reviver, ressurgir, capacidade de transformar o veneno em remédio.

Em relação a estes três significados, Nichiren Shonin afirmou no “Daimoku do Sutra de Lótus”: “Se existe um armazém cheio de tesouros, mas não temos a chave, ele não pode ser aberto. Se ele não pode ser aberto, os tesouros em seu interior não podem ser vistos.” Diz ele no mesmo escrito: “Quanto ao Myo, o Sutra do Lótus diz que ‘este sutra abre as portas dos ensinamentos expedientes e revela o verdadeiro aspecto de toda a realidade’. O Grande Mestre do Dharma Chang-an comentou que ‘Myo revela as profundezas do armazém secreto.’ O Grande Mestre de Dharma Miao-lo explica que ‘revelar significa abrir’ .Logo, o caractere Myo significa abrir”. Em relação à segunda característica, ser totalmente dotado com todas as qualidades e todos os significados contidos no Sutra do Lótus, Nichiren Shonin diz em “Abertura dos Olhos”: “Myo significa Gusoku (ser perfeitamente dotado).” Ele explica ainda em “Daimoku do Sutra de Lótus” que “Myo é o princípio fundamental ou místico, contido em cada um dos 69.384 caracteres que compõem o Sutra do Lótus. O Sutra do Lótus, então, é composto de 69.384 princípios místicos”. Ele continua no mesmo escrito: “Myo significa perfeitamente dotado, o que, por sua vez, significa também perfeição. É como uma única gota de água do grande oceano que também contém a água de todos os diferentes rios que deságuam no mar.”

Referindo-se a terceira e última descrição de “Myo”, Nichiren Shonin escreve ainda no “Daimoku do Sutra do Lótus” que “Myo significa (fazer) reviver, trazer de volta à vida.” Ele diz no mesmo escrito: “As plantas e as árvores são sem flores e secas no outono e inverno. Porém, quando o sol de verão e primavera brilha sobre elas, florescem novos ramos e folhas que mais tarde darão flores e frutos. Antes da pregação do Sutra do Lótus seres dos nove mundos eram como árvores e plantas de outono e inverno. Mas, como o sol de verão e primavera, quando o Sutra do Lótus brilha sobre eles, pode então florescer a aspiração à iluminação e desejar o fruto da budicidade”.

Nichiren Shonin no mesmo escrito diz que: “Porque você pode curar o que se pensava ser incurável, é chamado de Myo ou místico”.

O que o caractere “Myo” “abre”? Como vimos a partir destas citações, “Myo” é uma chave para a grande esperança: a chave que abre o armazém de tesouros contidos no Sutra de Lótus, a iluminação perfeita e original do Buda do passado infinito. “Myo” desperta a natureza de Buda escondida nos recessos de nossas vidas. Abraçando a fé e a prática de “Myoho Renge Kyo” nós podemos revitalizar a nossa vida. Em outras palavras, partindo do estado de vida que nós nos encontramos, através de fé e prática, podemos transformar qualquer condição de vida negativa em iluminação. Desta forma, podemos desenvolver sabedoria e uma vida em que já não somos escravos do sofrimento. Em conclusão, Nichiren Shonin ensina-nos que é insondável ou “místico” a virtude de “Myo” em “Myoho Renge Kyo”, que nos ajuda a atingir o impossível e curar o incurável. Estes excertos dos escritos de Nichiren Shonin ilustram bem o sentido profundo da energia da única sílaba “Myo”, juntamente com uma forte razão pela qual a prática diária é tão importante.

*tradução de um texto do rev. Tarabini, da Nichiren Shu Itália.
**créditos da foto: http://500px.com/photo/47798268/the-buddha-and-the-buddhist-monk-by-qing-yue

Categories

+ There are no comments

Add yours