O que hoje nos dá felicidade, amanhã poderá trazer sofrimento


Pinterest

Imagem do post: O que hoje nos dá felicidade, amanhã poderá trazer sofrimento

Você já parou para perceber de forma ampla como temos facilidade para colocar nossa felicidade em coisas externas, como pessoas, objetos, experiências e lugares? E percebe como sofremos quando fazemos isso? Muitas vezes não conseguimos ver que agimos assim, apenas o fazemos de forma impulsiva, sem contemplar de fato a nossa ação.

Não deposite toda felicidade em fatores externos

A grande questão não é não podermos ter as coisas, gostar de pessoas e querer ir aos lugares de que gostamos. O problema é quando depositamos nossa felicidade nessas coisas e pensamos “serei feliz apenas quando tiver isso ou aquilo, quando for para determinado lugar, quando encontrar uma pessoa que me entenda e goste de mim” e, mesmo que consigamos ter essas coisas, elas ainda poderão nos trazer sofrimento pelo simples fato de que são impermanentes e oscilam e, quando oscilam, nós oscilamos junto e sofremos.

Na prática

Vou dar um exemplo prático. Faça de conta que eu comprei um carro novo e eu pense que serei mais feliz por isso, pois agora terei mais conforto, poderei viajar para os lugares de que gosto e também sair com meus amigos. Logo começo a me preocupar com seguro, gasolina, prestações (caso tenha sido financiado) e acidentes. Como coloquei minha felicidade no objeto e ele é suscetível a todas essas coisas externas, eu posso começar a sofrer ao me preocupar com estes fatores. Esse é o ponto e com pessoas é a mesma coisa. Se você depositar suas expectativas no fato de que alguém lhe trará felicidade e você conseguir encontrar essa pessoa, no começo pode até parecer real. No entanto, com o passar do tempo essa pessoa poderá te magoar, com certeza acontecerão algumas discussões e é possível até o rompimento do relacionamento.

Ser feliz sem motivo é a mais autêntica forma de felicidade. Carlos Drummond de Andrade

Como podemos resolver isso?

Sabe aquela felicidade que surge dentro de nós quando ajudamos outra pessoa? Então, essa é a felicidade livre dos fatores externos, porque fazemos isso independentemente do outro, ajudamos por que queremos e ficamos muito contentes por isso. É na felicidade sem condicionamentos que devemos apostar. E como posso ser feliz com o meu carro novo? Se você entender que não pode controlar os fatores externos como o aumento do preço da gasolina, um acidente, o aumento do seguro e souber que deve se apegar menos a ele e entender que o carro é um meio de conforto e não a condição final para sua felicidade, daí, então, as coisas podem começar a melhorar e as preocupações, a diminuir ou se preferir Edite sua vida e seja mais feliz com menos.

Categories

+ There are no comments

Add yours