Doenças

Doenças


Pinterest
Doeças Vidhyadhara Jigme Lingpa - Blog Sobre Budismo

Imagem: Mohan Duwal

Este texto é do Vidhyadhara Vidhyadhara Jigme Lingpa.

Enviada por Ani Zamba em Dezembro 2012, Monte Azul.

Tradução: de Wilton Ávila.

Ele escreveu esse texto enquanto extremamente doente, durante seu longo
retiro em uma caverna. Depois de escrevê-lo, ele recebeu a transmissão
de mente de muitos dos extraordinários ensinamentos que praticamos hoje
na tradição Nyingma. O ciclo completo do Longchen Nyingtjig, assim como o
Yeshe Lama e vários outros tantras dzogchen, manifestaram-se de sua
sublime mente de sabedoria.

Doenças são as vassouras que varrem suas más ações.
Vendo as doenças como professores, reze a eles.
Doenças vêm a você pela bondade dos mestres e das Três Jóias.
Doenças são suas realizações, então respeite-as como deidades.
Doenças são os sinais de que seus karmas ruins estão sendo exauridos.
Não olhe para a face de sua doença, mas para aquela (a mente) que está doente.
Não dê lugar às doenças em sua mente, mas coloque sua consciência intrínseca nua acima de sua doença.
Esta é a instrução sobre a doença que surge como o Dharmakaya.
O corpo é inanimado e mente é vacuidade.
O que pode causar dor a uma coisa inanimada ou dano à vacuidade?
Procure de onde as doenças são provenientes, para onde vão, e onde permanecem.
Doenças são meras projeções inesperadas de seus pensamentos.
Quando aqueles pensamentos desaparecem, as doenças dissolvem-se também.
Não há melhor combustível (que doenças) para queimar os karmas ruins.
Não se distraia com uma mente triste ou visões negativas (sobre as doenças),
Mas veja-as como os sinais do declínio de seus karmas ruins, e alegre-se com elas.”

Categories

2 Comments

Add yours

+ Leave a Comment