fbpx
Reflexões de um praticante aprendiz

Desenvolvendo o olhar de Buda

Trânsito, algo muito desafiador em qualquer época e em qualquer momento. No carro as pessoas se transformam e parecem vestir uma armadura de ferro, um escudo, onde tudo podem.

Isso se liga com a breve história que vou contar.

Estava no trânsito, quando passei por um carro, no qual um ser humano estava dirigindo e falando com o celular ao mesmo tempo, apoiando o cotovelo na porta e conversando, tudo ao mesmo tempo.

Quem sou eu para julgar? Tempos atrás, antes de praticar Zazen, ver algo assim era absurdo. Meus julgamentos e impaciência me consumiam ao ver uma cena como a do senhor dirigindo ao telefone.

Mas após praticar Zazen com frequência e lembrando da fala de Genshô Sensei “precisamos trocar nossos olhos comuns pelos olhos de Buda”, vi a situação de outra forma. Não diria com os olhos de Buda, pois seria muita pretensão, mas sem julgar, cogitar ou projetar nada naquela situação e não foi a primeira vez.

Você já passou por isso?

Você já olhou para o que os outros estavam fazendo e julgou, projetou valores (gosto, não gosto, feio, bonito, bom, ruim…), cogitou, formulou?

Se assim como a maioria, você também tem o hábito de fazer isso, gostaria de sugerir algumas coisas que você pode fazer para treinar seu olhar.

Como aplicar de forma simples na vida diária?

  1. Pratique meditação de atenção plena a respiração, bastando ter consciências da sua inspiração e consciência da sua expiração. Não há jeito mais simples de fazer do que essa, prestar atenção, não importa o que esteja fazendo, à sua respiração.
  2. Compreendendo que o outro é um Buda em potencial, assim como você, e que devemos respeitar as decisões dos outros, mesmo que não concordemos.
  3. Pergunte-se, como Buda olharia essa situação. Isso te ajudará a ver a vida de forma mais ampla.

Conclusão

Bem, com apenas algumas dicas, que servem para mim e que vivencie na minha própria experiência, você também poderá aplicar no seu dia a dia de forma simples e rápida e com o tempo poderá se aprofundar.

☸️Fundador do Sobre Budismo, praticante do Budismo desde 2011, venho ajudando simpatizantes e iniciantes no #Budismo a entrarem em contato com as práticas e os ensinamentos de #Buda (Dharma).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *