As Quatro Nobre Verdades: o Caminho que conduz ao Nirvana

As Quatro Nobre Verdades: o Caminho que conduz ao Nirvana


Pinterest

Nesta oportunidade eu gostaria de partilhar com vocês o quarto elemento das “Quatro Nobres Verdades”, que é o “caminho que leva ao nirvana”. O caminho é chamado de “Nobre Caminho Óctuplo”. Qual é o Nobre Caminho óctuplo? Permitam-me ler uma parte do livro “HASU NO OSHIE” (Os Ensinamentos do Lótus) na página 36.

“O Nobre Caminho Óctuplo é o caminho de Buda. Não há outra maneira de atingir a Iluminação. Este caminho é o Caminho do Meio, que o Perfeito encontrou. Indulgência em prazeres sensuais ou autoflagelação não trazem felicidade. Temos de evitar os dois extremos. Siga o Caminho do Meio, e você terá cessado o sofrimento e atingido a perfeita paz nesta vida”.

Existe um famoso termo do Budismo nesta frase, que é “Caminho do Meio”. Onde está o “Caminho do Meio”? No Havaí, há uma “Rua do Meio” (Middle Street), mas esse não é o “caminho do meio”. No parágrafo diz, “Temos de evitar ambos os extremos”. Na “Beretania Street” você pode ir apenas para o oriente e na “King Street” você pode ir só na direção do ocidente porque são ruas de mão única. Então, o caminho do meio seria a “Young Street”, que fica entre a “King Street” e a “Beretania Street” porque ela tem mão dupla? Não. O “caminho do meio” está na sua mente. O “caminho do meio” é o “nobre caminho óctuplo”. Existem oito formas de prática para atingir o nirvana e elas devem ser praticadas de acordo com o “caminho do meio”.

Para entender o “caminho do meio”, vou ler uma parte do livro HASU NO OSHIE na página 1, que fala sobre a vida do Buda.

“Conforme cresceu Siddartha (Siddartha é o nome de nascimento de Buda), ele foi cercado com prazeres. Ele era um filho do rei e vivia em um palácio. Ele foi tratado como o futuro rei dos Sakyas e seu pai olhou para ele como um bom sucessor”.

“Durante seis anos, ele procurou e lutou para encontrar a resposta para a verdade sobre a vida e a morte, tristeza e alegria. Às vezes, ele viveu em uma caverna ou na floresta, implorando por sua comida. Em outras ocasiões, ele negaria o próprio alimento, a fim de se concentrar mais intensamente no seu pensamento”.

Buda quando era jovem, estava rodeado por prazeres como descrito. Por outro lado, seis anos depois ele deixou o palácio e viveu em uma caverna ou na floresta implorando por sua comida. Então, ele passou por dois extremos. Até que ele finalmente descobriu a Verdade. Esta é a Verdade do “caminho do meio”.

Em que tipo de situação que podemos procurar usar o “caminho do meio”? Pensemos sobre isso na nossa vida diária.

Por exemplo, suponha que você está numa dieta. Quando você está faminto, pretende comer tanta comida quanto quiser. No entanto, se você comer o quanto quiser a sua dieta vai falhar. Então, se você decidir não comer alguma coisa você sofre. Neste caso, onde está o caminho do Meio? O meio-termo é você comer uma quantidade adequada de alimentos. Seu corpo certamente necessita de alimentos para manter a sua saúde. Essa é a verdade que nunca muda. Então, não coma demais e nem muito pouco. Esse é o “caminho do meio”.

Comer, beber, dormir, agir, não faça nada demais e também não muito pouco. Então, você pode seguir o “caminho do meio”.

Outro exemplo. Algumas flores de lótus estão florescendo lindamente na lagoa da Missão Nichiren. A flor de lótus simboliza o caminho do meio. Por quê? Porque elas crescem na água lamacenta. A água lamacenta simboliza esse mundo terrível e impuro. Mesmo que as flores de lótus permaneçam na água lamacenta, eles são nobres e mantêm a sua beleza. Esse é o “caminho do meio”. É por isso que nós recitamos o Sutra do Lótus. “RENGE” em japonês significa “flores de lótus”. “MYOHO” em japonês significa “maravilhoso Dharma”. “KYO” significa “sutra”. “Namu” quer dizer “dedicar-se”. Então, “NAMU-MYOHO-RENGE-KYO” significa “eu me dedicarei ao Sutra da Flor de Lótus do Maravilhoso Dharma”. O Sutra do Lótus é o ensino do “Caminho do Meio”.

*transcrição de uma palestra do Rev. Imai Shonin, Nichiren Shu Havaí. (setembro de 2007)
**créditos da imagem do post: http://500px.com/photo/54952658

Categories

1 comment

Add yours
  1. 1
    Cleber

    Olá, adoro ler o blog! Parabéns pelo lindo trabalho!
    Gostaria de saber se o “caminho do meio” pode significar também, uma vida equilibrada.
    Muito obrigado desde já, entenderei se não puderes responder minha dúvida.

+ Leave a Comment