As Quatro Nobre Verdades: A Verdade do Sofrimento

As Quatro Nobre Verdades: A Verdade do Sofrimento


Pinterest

Gostaria de compartilhar com vocês neste momento uma leitura sobre as Quatro Nobres Verdades. Por favor, abram o livro verde, “Hasu no Oshie (The Teachings of The Lotus)” e vão para a página 35. Eu vou ler a parte do líder e vocês lerão a outra parte juntos, por favor:

Líder: ‘As Quatro Nobres Verdades’ é o mais completo resumo de todo o Dharma. Portanto, se nós as compreendermos, nós vamos ser bons budistas. Lembremo-nos de que só existem dois caminhos na vida. Um deles, o caminho da felicidade, e o outro, o caminho do sofrimento. As Quatro Nobres Verdades salientam claramente este fato.

Líder: A verdade do sofrimento.

Todos: O homem não pode escapar de seu destino de morte e sofrimento a menos que encontre um novo modo de vida. Vamos despertar para este fato.

Líder: A verdade sobre a origem do sofrimento. 

Todos: As causas do sofrimento são os três venenos: a ganância, o ódio e a ignorância. Vamos nos purificar destas ilusões.

Líder: A verdade da extinção do sofrimento.

Todos: É verdade que nós podemos alcançar a perfeita felicidade e a libertação do sofrimento, nos purificar dos desejos e ganharmos uma nova vida. Vamos viver nesta esperança.

Líder: A verdade do caminho que leva à extinção do sofrimento.

Todos: O caminho que leva à prática de cessação dos desejos é o Nobre Caminho Óctuplo, a saber: Entendimento Correto, Pensamento Correto, Fala Correta, Ação Correta, Modo de Vida Correto, Esforço Correto, Meditação Correta e Concentração Correta. Se seguirmos este caminho, nós vamos atingir a iluminação. Por isso, vamos praticar esse ensinamento na nossa vida diária.

Obrigado por compartilhar.

Hoje gostaria de me concentrar na Verdade do Sofrimento (Dukkha). Por que você sofre? Você sofre por problemas financeiros? Você sofre com relações humanas? Você sofre na educação dos seus filhos? Você sofre de diversos tipos de problemas na sua vida quotidiana, não sofre? No entanto, na realidade, Buda diz que nós, incluindo você e eu, sofremos de quatro sofrimentos fundamentais que são “nascimento, envelhecimento, doença e morte”. O Buda diz que nunca poderemos fugir dos quatro sofrimentos a menos que encontremos uma nova forma de vida, como se afirma no livro “Hasu no Oshie”.

Então, vamos juntos encontrar uma nova maneira de viver.

Vamos começar primeiro com o “nascimento”. Porque nós nascemos estamos agora vivos e sofremos de muitos problemas. Evidentemente, não temos somente sofrimento mas também felicidade na nossa vida diária. Quando somos felizes não há qualquer problema. Não precisamos de nenhuma ajuda e não precisamos confiar em nada. No entanto, nossas vidas são preenchidas com problemas também. Toda vez que enfrentamos os problemas sempre tentamos escapar deles. Mas, o Buda já nos ensinou que vamos sofrer com os quatro sofrimentos sem qualquer exceção enquanto nós estivermos vivos. Então, por que não aceitarmos os problemas, assim como aceitamos a felicidade?

Em segundo lugar vamos pensar sobre “envelhecimento”. Ser jovem é, obviamente, maravilhoso. Mas é algum pecado ficarmos mais velhos? Todo mundo certamente envelhece dia após dia, sem exceção. Portanto, porque não pensamos que “ser jovem é maravilhoso, mas envelhecer também é bom”? Se nós pudermos aceitar o envelhecimento dessa maneira, não nos sentiremos melhor ao invés de pensar negativamente sobre o envelhecimento?

Em terceiro lugar, vamos pensar sobre a “doença”. Ser saudável é, naturalmente, bom. Mas, é um pecado estar doente? Buda nos ensina que ninguém pode escapar da doença. Portanto, porque que nós não apreciamos quando estamos em bom estado de saúde e não aceitamos a doença também?

Por último, vamos pensar sobre a “morte”. Este é o último assunto para nós. Ninguém quer morrer. No entanto, desde que nós somos seres humanos vamos morrer um dia, sem exceção. A morte é temerosa e assustadora para qualquer pessoa, é claro. Mas, se pensarmos com calma sobre a morte, nós saberemos que todos vão morrer um dia. Isso é inevitável. Entendemos isso na nossa cabeça mas não pensamos, ou não queremos pensar, que vamos realmente morrer. Seja como for, vamos tentar aceitar esta verdade. Não importa se você gosta ou não. Então, você não sente gratidão por estar vivo neste momento? Pensar a sério na morte deveria fazer com que a pessoa se sinta grata por estar viva. Como nós estamos felizes! Como nossas vidas são preciosas! Então, se você puder viver com gratidão o resto de sua vida a morte torna-se mais aceitável. Quando chega o momento da morte, você poderá dizer “Eu vivi a minha vida com gratidão, de modo que não existe nenhum arrependimento”. Se você pode morrer assim você não acha que ficaria muito feliz?

Encontrar um novo modo de vida, afirma as Quatro Nobres Verdades, significa aceitar o sofrimento como uma parte de nossas vidas. Para fazer isto, você deve estar preparado para enfrentar os quatro sofrimentos. Não pensamos em fugir, mas aceitá-los.

No começo de explanação sobre o Dharma, eu disse que poderíamos aplicar as Quatro Nobres Verdades para qualquer tipo de problemas para nos ajudar a encará-los.

Recentemente, foi muito triste a notícia do terrível incidente ocorrido em 6 de abril de 2007 no Virginia Tech. Um pistoleiro disparou e matou trinta e duas pessoas e depois se matou. Gostaria de manifestar a minhas mais profundas orações para os pais, familiares e amigos. Este não é um incidente que aconteceu em algum lugar distante. Isso poderia acontecer em qualquer lugar e com qualquer um. Tenho três filhos e no futuro próximo eles poderão estar em um campus de universidade em algum lugar. Se isso acontecer a mim, o que devo fazer? Como é que o Buda Dharma explica isso? O que podemos aprender com o incidente? Vamos recorrer às Quatro Nobres Verdades para nos ajudar com esta tragédia.

Qual foi o sofrimento? Foi no interior do pistoleiro. Ele estava sofrendo. Quando tinha oito anos de idade foi para os Estados Unidos com seus pais e irmã. Em primeiro lugar ele se sentiu discriminado na escola porque não podia falar Inglês. Desde então, ele foi uma vítima.

Então, qual foi a causa do sofrimento? Foi ódio dentro dele. Esse é um dos três venenos dos seres humanos de acordo com o Buda Dharma. O ódio dentro dele foi crescendo e crescendo, porque seus pais não tinham conhecimento do seu sofrimento e ele não teve um amigo para conversar. Nem ele e nem a sua família podiam soprar as chamas do ódio de dentro dele. Portanto esta falha aconteceu, pois eles deveriam ter soprado as chamas do ódio do interior desse homem.

Então, e sobre as trinta e duas vítimas? Como podem os pais e as famílias aceitar e entender isso? Agora, eles são os que sofrem pela perda de seus amados. O veneno do ódio foi produzido dentro deles neste momento. O Buda disse, em um antigo sutra chamado Udãnavarga que:

“O ódio nunca chega ao fim, se você reembolsar o ódio com o ódio. Portanto, a pessoa que conhece o Buda Dharma abandona o ódio.”

Compaixão é muito importante para os budistas. Nós nunca devemos desprezar ninguém, porque todos nós estamos relacionados uns aos outros. Se alguém está a sofrer devemos ser compassivos e ajudar essa pessoa. Isso porque todos estão relacionados uns aos outros.

O que nós aprendemos desta vez é que são quatro os sofrimentos, de nascimento, envelhecimento, doença e morte. Estes sofrimentos consistem na “Verdade do Sofrimento”. Da próxima vez, vamos aprender a segunda parte das Quatro Nobres Verdades, a “Causa do Sofrimento”.

*transcrição de uma palestra do Rev.Shingyo Imai da Nichiren Shu Havaí (Junho de 2007)

Categories

2 Comments

Add yours

+ Leave a Comment