2012, mudança do nosso mundo interno e ação

2012, mudança do nosso mundo interno e ação


Pinterest

Sempre pensei que para mudar o mundo eu precisaria fazer coisas grandes, como criar uma ONG para ajudar todas as crianças que passam fome, salvar os animais, o meio ambiente, e coisas semelhantes, mas eu estava enganado. Não é só assim que se muda o mundo lá fora. Entendi que primeiro devemos mudar o nosso mundo interno para depois mudar o externo.

Espero não esperar nada para 2012! Quero mesmo é fazer! Profª Lia Diskin

Quando pensamos em ação, em movimento, em agir e queremos fazer coisas enormes para ajudar as pessoas, normalmente não sabemos como agir e achamos que as pequenas boas ações não contam, porém pense bem, um monte de poucas ações é mais produtivo e melhor do que uma única ação grande. Dar lugar para um idoso sentar-se, ser gentil no trânsito deixando o outro motorista passar na sua frente, ser paciente com as pessoas, ouvi-las e se importar com o que tem a dizer já faz uma grande diferença, pois a maioria das pessoas não estão se importando tanto com isso, pelo menos é a atitude que vejo quando estou no dia-a-dia.

Nós pensamos e falamos mais do que agimos e esperamos que 2012 seja maravilhoso, mas o que realmente estamos fazendo para mudar alguma coisa? Vejo coisas engraçadas no Facebook como pessoas querendo encontrar um príncipe encantado, esperam que o mundo seja um lugar melhor para viver, que as guerras acabem, que pessoas não passem fome, no entanto, não a movimento, não a ação, atitude ou algo semelhante, as pessoas esqueceram de olhar para dentro e pensar: O que eu posso fazer para mudar o mundo? Como eu devo agir para conquistar o príncipe encantando? Com quem devo falar para ajudar a diminuir a fome das pessoas? Sem essa mudança de posição interna, fica difícil algo externo mudar.

Como podemos mudar o nosso mundo interno?

O que não podemos fazer é ficarmos imóveis esperando o mundo mudar.

Praticar meditação é uma das melhores formas para perceber quais são nossos defeitos, qualidades e como estamos agindo e nos relacionando conosco, com as outras pessoas, com o meio ambiente e com a sociedade. O ideal seria procurar um professor qualificado de meditação para isso, pois não é qualquer pessoa que pode te ensinar a meditar. Procure um centro de prática de meditação na sua cidade, tente praticar e veja o que acontece, experimente, teste na sua vida e veja se funciona e se não der certo tente outra coisa, outra tradição, pratique Yoga e veja se funciona. Não importa muito qual meio você irá usar, o que não podemos fazer é ficarmos imóveis esperando o mundo mudar.

O que eu estou fazendo para mudar o meu mundo interno e como quero agir em 2012?

Tento fazer de alguma maneira esses pequenos gestos que mencionei, pequenas coisas que somadas já geram um grande resultado. Em 2012 quero agir mais, praticar mais meditação, jogar fora e doar o que não preciso e não uso, me livrar de coisas guardadas, tentar parar de consumir coisas que não preciso, vou tentar jogar fora não só coisas materiais, mas sentimentos e coisas do passado que não irão mais voltar, vou tentar me perdoar mais, ter mais compaixão pelas pessoas, aprender a falar menos e a ouvir mais, vou fazer a minha parte e tentar dar bons exemplos. Tentarei superar meus próprios obstáculos e emoções negatividades que surgirem. É tudo isso que quero tentar em 2012. Mesmo que não consiga fazer nenhuma dessas coisas, eu quero pelos menos ter tentado e o mais importante, não desistir de tentar novamente.

E você, como quer agir em 2012?

Se você quiser compartilhar como quer agir em 2012, deixe um comentário.

Não é 2012 que tem que ser diferente, somos nós. Comunidade Sentimentos Inversos

Categories

6 Comments

Add yours
  1. 1
    Mariana

    Olá Leonardo!!
    lindo texto! :)
    Para 2012 quero “querer menos” também!! Diminuir tantos “quero” e “preciso”. Quando penso que tenho teto, comida e amor fico mais tranquila para agir no que realmente importa para mim: cultivar o amor e a compaixão!! :)

    um abraço e bom começo de ano!!
    Mariana

    • 2
      Leonardo Ota

      Muito obrigado pelo elogio ao texto e por comentar, Mariana. Espero que você consiga cumprir suas metas para 2012, cultivar o amor e compaixão. Espero poder conseguir fazer isso também. Volte sempre que quiser. Um abraço!

  2. 3
    Jorge Silveira Lopes

    Leonardo, quero agradecer-lhe pela renovada lembrança do melhor modo de vida que deverei continuar a empreender nesse novo espaço de tempo – que nos será concedido, sob o registro de 2012 – na certeza de que “o tempo não para” e sempre disporemos de um novo tempo para a necessária correção de rumos e o exercício da humanidade, muito bem resumido por você.

    Sei muito bem que não é fácil viver conforme o recomendado. Mas acredito, sim, valer a pena esse permanente esforço em favor da perene ingenuidade, empatia, gentileza, generosidade e consequente respeito mútuo na vivência da Cidadania, no futuro.

    Compartilho a tua percepção do dia-a-dia, especialmente nas grandes e apressadas cidades. Portanto, necessito aderir aqui – também – à tua singela e construtiva esperança sutilmente incutida em nossos corações.

    Vamos positiva e efetivamente às ações por uma Nação melhor. Pois, Cidadania ≠ “jeitinho brasileiro”.

    Receba um forte abraço e os votos de novos tempos cada vez mais felizes e um trabalho mais profícuo, ainda, em proveito de todos.

    • 4
      Leonardo Ota

      Jorge, eu tenho apenas que agradecer as belas palavras que recebi. Isso faz com que eu tenha mais vontade de compartilhar não apenas minhas experiências, mas também minhas aspirações. Também fico feliz por você tentar praticar as mesmas ideias e aspirações. Muito Obrigado e um grande abraço!

  3. 5
    Precisamos de mais bons exemplos e menos opinião | Sobre Budismo

    […] 28/12/2011 por Leonardo Ota | Nenhum comentário Compartilhar: var addthis_product = 'wpp-262'; var addthis_config = {"data_track_clickback":true,"data_ga_property":"UA-26978526-4","data_ga_social":true,"data_track_addressbar":false,"ui_language":"pt"};if (typeof(addthis_share) == "undefined"){ addthis_share = [];}Em 2011 vi muitos bons exemplos e eles me fizeram acreditar que nós também, do ponto em que estamos, podemos fazer alguma coisa boa ao invés de apenas fazer críticas. Não podemos ficar parados no próximo ano esperando o mundo mudar. Em 2012 precisamos agir. […]

+ Leave a Comment